Lago rosa chama a atenção e atrai turistas de todo o mundo

Coloração do lago rosa, extremamente salgado, é devido a presença em abundância de uma alga chamada Dunaliella Salina

O Lago Retba, localizado no Senegal, na África, poderia ser um lago comum, como qualquer outro, mas sua cor chama a atenção. Ele é rosa! Algumas vezes ele parece ser vermelho-sangue também.

Algumas áreas do lago têm cerca de 40% de sal, o suficiente para turistas se divertirem boiando sem parar, como no Mar Morto, em Israel.

Lago possui essa coloração em virtude de uma alga encontrada no local – LakeRetba.com/Reprodução

O lago fica na região de Cape Vert, cerca de 30 km a nordeste da capital do país, Dakar. Está localizado quase no Oceano Atlântico, separado apenas por uma estreita faixa de dunas.

O sal encontrado no local é responsável por uma importante atividade econômica da região. Cerca de 3 mil pessoas coletam sal diariamente no lago, de forma quase artesanal.

Leia também:

Para não ficarem com problemas de pele, as pessoas se protegem com um composto formado por manteiga de Karité. Como não existe sal suficiente para atrair grandes empresas, todos trabalham por conta própria.

Cerca de US$ 35 (R$ 145) são pagos por cada tonelada de sol coletado. Apesar do baixo valor, um alento para as pessoas da região é que o preço do sal iodado (cerca de metade da produção do lago) está subindo: muito porque ajuda a combater a desnutrição.

Outra atividade que movimenta a região é a pesca. Entretanto, os peixes são cerca de quatro vezes menores que os peixes de outras regiões. Isso porque sofrem mutações para se adaptar a quantidade maior de sal na água.

Por que a cor rosada?

A cor (cujo tom varia ao longo do ano) é assim por causa de uma alga chamada Dunaliella Salina.

Como o nome sugere, ela gosta de ambientes muito salgados e produz um pigmento que facilita a absorção de luz e energia. Como a cor delas é bem forte e a presença é abundante, toda a superfície do lago é alterada.

Em estações seca, a cor costuma ficar mais forte e mais azulada em épocas chuvosas.

Entre e janeiro e março, por volta do meio-dia, a água parece “sorvete”, segundo os trabalhadores locais. Até arbustos a beira do lago e parte da areia ficam rosados.

+

Notícias