Lagoa do Peri é certificada com o selo Bandeira Azul pelo quarto ano consecutivo

Título é concedido para locais que cumprem critérios relacionados à gestão ambiental, qualidade, segurança e infraestrutura

Localizada no Sul da Ilha de Santa Catarina, a Lagoa do Peri recebeu pelo quarto ano consecutivo o selo Bandeira Azul, título concedido às praias e marinas que cumprem critérios relacionados à gestão ambiental, qualidade, segurança e infraestrutura. A cerimônia de hasteamento da bandeira azul foi realizada no final da manhã de sábado (15).

Lagoa do Peri recebeu título do programa Bandeira Azul em cerimônia realizada neste sábado (15) - Foto: Divulgação/ND
Lagoa do Peri recebeu título do programa Bandeira Azul em cerimônia realizada neste sábado (15) – Foto: Divulgação/ND

Na véspera, a coordenadora da Bandeira Azul, Leana Bernardi, esteve na Praia de Palmas, em Governador Celso Ramos, que também foi certificada com a Bandeira Azul. “A entrega da bandeira Azul não é um fim. É um começo. A gente formaliza (a certificação) para toda a comunidade o compromisso do município na manutenção do espaço e agora a comunidade vai nos auxiliar na manutenção”, explica.  

Certificada desde 2015 como balneário sustentável, a Lagoa do Peri confirmou a mesma condição e está entre 4,2 mil localidades em 50 países que receberam o selo.  Para o prefeito de Florianópolis, Gean Loureiro, a Bandeira Azul coloca o turismo de Florianópolis em outro patamar de qualidade e reforça a sustentabilidade e a responsabilidade socioambiental da cidade. “Temos na Lagoa do Peri uma referência a ser seguida por outras praias, aperfeiçoando a qualidade que entregamos aos nossos visitantes”, declara o prefeito.

O secretário municipal de Desenvolvimento Urbano, Nelson Gomes Mattos Júnior, também destaca o trabalho de educação ambiental realizado no local. “A partir do trabalho realizado na Lagoa do Peri garantimos referência de sustentabilidade e qualidade para moradores e visitantes da cidade. A partir dessa referência podemos ampliar esse conceito para as demais praias de Florianópolis”.

Programa teve início na Europa

A Bandeira Azul é atribuída anualmente por uma ONG às praias e marinas que cumprem um conjunto de 34 requisitos socioambientais, entre eles: limpeza, qualidade da água, ações ambientais e turismo sustentável. Para ser certificada, a praia ou marina é submetida a três instâncias de avaliação, a começar pelo operador nacional do programa, que encaminha a inscrição para o júri nacional e, finalmente, o júri internacional. No Brasil, o programa é operado, desde 2004, pelo Instituto Ambientes em Rede, de Florianópolis.

Além da Lagoa do Peri, a bandeira Azul também certificou as praias de Palmas e Praia Grande, em Governador Celso Ramos; a Praia de Piçarras, em Balneário Piçarras; e as praias do Estaleiro e Estaleirinho, em Balneário Camboriú. Entre as marinas, a Marina Tedesco, de Balneário Camboriú, e o Iate Clube de Santa Catarina, em Florianópolis, também estão certificados.  A Capital tem também a única empresa de mergulho certificada do país, a Água Viva Mergulho.  

O Programa Bandeira Azul teve inicio na Europa em 1987 e chegou ao Brasil em 2004. O objetivo é dignificar o grau de conscientização dos tomadores de decisões para as necessidades de proteger o meio ambiente e incentivar ações que conduzam à resolução de conflitos existentes.

Participe do grupo e receba as principais notícias
da Grande Florianópolis na palma da sua mão.

Entre no grupo Ao entrar você está ciente e de acordo com os
termos de uso e privacidade do WhatsApp.
Loading...