Lançada a 20ª edição do Prêmio Fritz Müller em Florianópolis

Atualizado

O 20º Prêmio Friz Müller, cujo objetivo é o reconhecimento de empresas e organizações que desenvolvem projetos de preservação ambiental, foi lançado nesta segunda-feira (30) em Florianópolis. O evento foi realizado pelo IMA (Instituto do Meio Ambiente de Santa Catarina), antiga Fatma, durante a Câmara de Qualidade Ambiental da Fiesc (Federação das Indústrias do Estado de Santa Catarina), no dia em que o órgão ambiental completou 43 anos.

Segundo o presidente do IMA, Alexandre Waltrick, esse é um prêmio que reconhece quem faz além do que tem que ser feito, ou seja, vai além do que prevê a legislação ambiental. “Santa Catarina é uma prova de que desenvolvimento combina com sustentabilidade e essas iniciativas precisam ser mostradas para a sociedade”, afirmou.

Além disso, Waltrick lembrou que a premiação também é importante para o instituto, porque com base nos cases de sucesso no Estado, o IMA pode definir políticas de gestão, priorizando as áreas que mais precisam em relação às questões ambientais. “E para a indústria e empreendedores, o prêmio traz um reconhecimento ambiental que pode abrir portas principalmente para o mercado europeu, além de inspirar outros a realizar seus negócios de forma sustentável”, avaliou.

O presidente da Câmara Ambiental da Fiesc, José Magri, concorda que a indústria que recebe o prêmio acaba se destacando no mercado. “Santa Catarina já tem um diferencial que é a diversidade de sua indústria, presente em vários segmentos como metalmecânica, agro, energia, papel e celulose, têxtil e muitos outros. E o prêmio acaba abrindo portas para outros mercados, pois as questões sociais e ambientais são cada dia mais importantes”, disse.

Fritz Muller - Daniel Queiroz/ND
Prêmio Fritz Müller– Daniel Queiroz/ND

Sobre o Prêmio

O Prêmio Fritz Müller é o principal reconhecimento ambiental do Estado e seu nome é uma homenagem ao naturalista alemão Johann Friedrich Theodor Müller, que viveu em Blumenau por 45 anos. Considerado um revolucionário, estudioso do meio ambiente e precursor da ecologia, Fritz Müller foi aclamado como príncipe dos observadores da natureza.

O prêmio é destinado a projetos e iniciativas que vão além da legislação ambiental e que resultam em benefícios para a conservação do meio ambiente. Em 2017, foram mais de 100 inscrições e a expectativa é que o número seja ainda maior este ano.

A 20ª edição ganha uma nova categoria, a de Conservação de Recursos Naturais e da Vida Silvestre. No total, são 15 categorias direcionadas a projetos e ações desenvolvidos nas áreas de agricultura sustentável, conservação de insumos – água e energia, controle da poluição atmosférica, tratamento de efluentes, reciclagem, resíduos sólidos, educação ambiental, gestão ambiental, turismo ecológico, recuperação de áreas degradadas, entre outros.

Inscrições

Vão até 5 de outubro e continuam gratuitas. A novidade é que devem ser realizadas totalmente on-line pelo endereço eletrônico http://fritzmuller.ima.sc.gov.br, resultando em um processo mais ágil e transparente

Quem pode participar

Empresas públicas e privadas, instituições, órgãos governamentais, cooperativas, ONGs, institutos e organizações que atuam em Santa Catarina, com projetos desenvolvidos no Estado

Vencedores

A divulgação deve ocorrer em 22 de outubro e a solenidade de entrega da premiação está marcada para 6 de novembro, na sede da Fiesc

Premiação

Além do troféu Fritz Müller, os projetos premiados nas 15 categorias receberão o Certificado IMA de Gestão Ambiental, que reconhece que essas organizações estão fazendo a diferença na preservação ambiental catarinense.

Estado

Nenhum conteúdo encontrado