Laudo aponta falta de manutenção no ônibus que causou acidente que matou cinco pessoas em Corupá

Segundo o Instituto, falhas do motorista e falta de manutenção no sistema de freios foram os motivos que resultaram na colisão entre ônibus e automóvel em 22 de novembro de 2015

Divulgação/ND

Quatro das vítimas fatais era da mesma família e viajavam neste Crossfox com placa de Guaramirim

Falhas do motorista e falta de manutenção no sistema de freios. Estas foram as principais causas do acidente entre ônibus e um automóvel  na BR-280, trecho da serra de Corupá, no qual morreram cinco pessoas no dia 22 de novembro de 2015. O laudo com as conclusões sobre o acidente foram entregues nesta quinta-feira pelo IGP (Instituto Geral de Perícias) para a Polícia Civil em Jaraguá do Sul.

O acidente que envolveu um ônibus de turismo, da empresa Mirotur, com placa de Sombrio, e um Crossfox, placa de Guaramirim, aconteceu no Km 92,5 da BR-280. Das cinco pessoas que morreram, quatro estavam no automóvel e eram da mesma família. O ônibus, que transportava comerciantes em viagem a Foz do Iguaçu, invadiu a pista contrária e atingiu de frente o veículo. Morreram no acidente Gilberto da Silva Fogaça, 28 anos, Lucineia Caporello Fogaça, 40, Douglas Júnior Caporello Fogaça, 23, e uma bebê, Eduarda Caporello Fogaça, de um mês, e uma passageira do ônibus, Izenia Fermino, de 60 anos. O inquérito está na delegacia de Jaraguá do Sul.

Participe do grupo e receba as principais notícias
de Joinville e região na palma da sua mão.

Entre no grupo Ao entrar você está ciente e de acordo com os
termos de uso e privacidade do WhatsApp.
+

Notícias

Loading...