Cacau Menezes

Apaixonado pela sua cidade, por Santa Catarina, pelo seu país e pela sua profissão. São 45 anos, sete dias por semana, 24 horas por dia dedicados ao jornalismo


Lei nos condomínios de Santa Catarina para proteger as mulheres

Foto: Reprodução/RICTV Record TVFoto: Reprodução/RICTV Record TV
    As deputadas estaduais de Santa Catarina, por recomendação,  vão apresentar projeto de lei que obriga os condomínios residenciais do estado a comunicarem às polícias Civil e Militar, em até 48 horas, casos ou indícios de agressões domésticas contra mulheres, adolescentes e idosos.
A comunicação poderá ser feita de duas formas: caso uma pessoa presencie a agressão, deve repassar a informação, de imediato, para o síndico do condomínio. Quando houver crime noticiado, mas que não foi presenciado, o morador poderá fazer o registro no livro de ocorrências do conjunto habitacional. Então, o síndico tem até dois dias para acionar a polícia.

01 Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.
  • Desterrado
    Desterrado
    Deputadas estaduais, aquelas que pagamos bem caro pra trazerem fofocas de internet pra dentro do plenário? Estas querem transformar o condomínio e o síndico em fofoqueiros alheios? Quem for ou se sentiu agredido, que vá até a delegacia de polícia e registre ocorrência senhoras deputadas. Parem de gastar nosso dinheiro com projetos como esse e VÃO CUIDAR DO ESTADO NÃO DA VIDA DOS OUTROS!

+ Cacau Menezes