Liberação dos R$ 998 do FGTS finalmente tem data para sair

A Caixa Econômica Federal libera mais uma parcela do FGTS nesta sexta-feira (6), segundo cronograma elaborado pelo governo. No entanto, o valor a ser liberado continua sendo R$ 500, apesar de o Congresso ter aprovado a liberação de até R$ 998. A questão é esse novo valor, mesmo com o aval dos senadores e deputados, precisa ser sancionado pelo presidente.

Trabalhador deve buscar informações somente em fontes oficiais da Caixa – Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil/Divulgação/ND

De acordo com a Secretaria-Geral da Presidência, o prazo para que o presidente Jair Bolsonaro converta a MP em lei vai até o dia 18. Assim, ele tem até essa data para assinar a liberação dos R$ 998, em vez dos R$ 500.

Convém lembrar que o presidente tem poder de veto, total ou parcial, a respeito do que foi aprovado pelos parlamentares. Significa que Bolsonaro pode inclusive alterar esse novo valor. Por outro lado, a Caixa Econômica depende dessa liberação para rever o cronograma dos pagamentos.

Fato é que até o prazo para o trabalhador saber se vai receber os R$ 998 vence no dia 18 de dezembro.

Leia também:

Economia