Licitação de supervisão da reforma das pontes de Florianópolis é retomada pelo Deinfra

O Deinfra (Departamento Estadual da Infraestrutura) retomou o processo de licitação de seleção da empresa responsável pela supervisão das obras de manutenção das pontes Colombo Machado Salles e Pedro Ivo Campos, numa extensão total de 2.478,11 metros. Na tarde desta terça-feira (22), a comissão de licitação abriu os envelopes com as propostas técnicas, segunda fase do processo.

Pontes Pedro Ivo e Colombo Machado Salles necessitam de reformas urgentes - Foto: Marco Santiago/ND
Pontes Pedro Ivo e Colombo Machado Salles necessitam de reformas urgentes – Foto: Marco Santiago/ND

A primeira etapa foi realizada em 30 de outubro com a entrega da documentação das empresas interessadas. O consórcio LBR-Carmona, formado pelas empresas LBR Engenharia e Consultoria Ltda. e Carmona Soluções de Engenharia Ltda, foi inabilitado para participar da segunda fase no processo licitatório. O processo já poderia ter encerrado no final do ano de 2018, porém, um recurso judicial paralisou os trâmites que foram resolvidos pelo Deinfra na última sexta-feira (18). Nesta segunda fase apresentaram as propostas técnicas o consórcio Pontes Sul (ESSE Ltda. e Recuperação Serviços Especiais de Engenharia Ltda) e as empresas Falcão Bauer Ltda; e Engevix S.A.

Após a abertura dos envelopes com as propostas técnicas, a comissão de licitação tem até sete dias úteis para analisar a documentação e apresentar as notas técnicas. As licitantes possuem cinco dias úteis para apresentar recurso. Após o encerramento desta fase será iniciada a terceira etapa, quando serão abertos os envelopes com as propostas de preço. Então, as empresas terão novamente cinco dias úteis para apresentar recurso.

Depois de finalizada a terceira etapa, a vencedora será escolhida pela comissão de licitação e homologada pelo secretário da Infraestrutura, Carlos Hassler. De acordo com a assessoria de imprensa do Deinfra, não há prazo para término do processo licitatório, uma vez que as empresas licitantes podem entrar com o recurso para impedir o prosseguimento normal dos trâmites licitatórios.

A obra de recuperação das pontes Colombo Machado Salles e Pedro Ivo Campos aguarda a definição da empresa responsável pela supervisão desde 2016, quando a empresa CEJEN Engenharia Ltda., de Curitiba, venceu o processo licitatório para executar a reforma. O valor contratado para execução da reforma da obra é de R$ 29.661.611,40, e o prazo para conclusão é de 24 meses, conforme previsto no edital.

Cidade