Limpeza do terreno dá início ao futuro Parque do Morro das Pedras, em Florianópolis

A Prefeitura de Florianópolis começou a limpeza de uma área de 14.400 m², do terreno com 100 mil m², que será o futuro Parque Ecológico do Morro das Pedras, no Sul da Ilha. A raspagem da vegetação, que não é de mata nativa, já foi finalizada. O presidente da Associação de Moradores do Morro das Pedras, André Vieira, está confiante em inaugurar a 1ª etapa do parque, que será construído na parceria entre a comunidade, iniciativa privada e poder público, em setembro de 2018. O próximo passo é a comunidade entregar os projetos executivos.

Primeira etapa será entregue em setembro de 2018, diz André Vieira, presidente da associação de moradores - Flávio Tin/ND
Primeira etapa será entregue em setembro de 2018, diz André Vieira, presidente da associação de moradores – Flávio Tin/ND

O conceito do parque foi desenvolvido durante o Viradão Criativo realizado há dois meses com a participação da comunidade. Cada morador do Sul da Ilha teve a oportunidade de colaborar com os equipamentos que gostaria de ver na área de lazer. “A comunidade vai doar os projetos por meio do auxílio da iniciativa privada. Nosso objetivo é construir uma cidade do jeito que a gente quer. Em época de crise financeira, a nossa intenção é viabilizar o parque por meio da participação democrática”, explicou Vieira.

A associação de moradores pretende entregar os projetos executivos até o fim de dezembro. A primeira empresa a colaborar financeiramente foi a Morro das Pedras Empreendimentos e Participações, que fez um depósito no valor de R$ 10 mil. O presidente da associação explicou que o dinheiro será utilizado para custear as despesas com a elaboração dos projetos.

A 1ª etapa do futuro parque ecológico consiste na construção de quadras de areia para o futebol e o vôlei, parque infantil, trilhas, equipamentos de ginástica ao ar livre, pista de skate e a base da torre de observação. “Também queremos despoluir o córrego com o auxílio da Casan (Companhia Catarinense de Águas e Saneamento), implantar passarelas elevadas, tirolesa, concha acústica e, futuramente, até um teleférico”, anunciou o engenheiro elétrico Carlos Henrique Berenhauser, que é membro da comissão do parque.

Limpeza do terreno, que não é mata nativa. Parque será construído construído em parceria entre a comunidade, iniciativa privada e poder público - Flávio Tin/ND
Limpeza do terreno, que não é mata nativa. Parque será construído construído em parceria entre a comunidade, iniciativa privada e poder público – Flávio Tin/ND

Associação aguarda a formalização jurídica da área

O presidente da Associação de Moradores do Morro das Pedras, André Viera, lembrou que a comunidade ainda aguarda o decreto para a oficialização do parque. A comunidade aguarda essa ação do poder público para colocar uma placa de identificação no terreno.

“Aguardamos o decreto para a formalização jurídica do terreno, para que todos na comunidade tenham a informação de que essa área verde será um espaço de lazer e, assim, parem de jogar entulhos”, contou.

O vice-prefeito de Florianópolis, João Batista Nunes (PSDB), informou que a prefeitura aguarda os projetos para elaborar uma agenda positiva com a comunidade. “Disponibilizamos a máquina para a limpeza do terreno, mas estamos aguardando os projetos executivos, porque já temos parceiros para viabilizar a colocação de alguns equipamentos no parque”, informou o prefeito.

Equipamentos no parque:

– Pórtico;

– Cachorródromo;

– Centro ecológico;

– Torre de observação;

– Trilhas na mata;

– Concha acústica;

– Administração multiuso;

– Reserva;

– Parque infantil;

– Pista de skate;

– Quadras de esporte;

– Campo de futebol;

– Posto policial;

– Policlínica;

– Espaço para feiras e eventos;

– Área da Comcap.

Cidade