Luciano Hang revela que Havan deixa de anunciar em programas da Rede Globo

O empresário Luciano Hang, dono da Havan, maior rede de lojas de departamentos do Brasil, anunciou que sua empresa está deixando de anunciar em vários programas da Rede Globo de Televisão, principalmente os jornalísticos. Além de jornais nacionais, a rede não vai mais investir publicidade em uma novela e em um programa de auditório. Luciano Hang entende que a Rede Globo tem feito um jornalismo ideológico.

“Não compactuamos com o jornalismo ideológico e também não concordamos com algumas programações da Rede Globo. E estávamos sendo cobrados pela sociedade e pelos nossos clientes para tomarmos uma decisão”, declarou o dono da Havan.

Recentemente outras empresas anunciaram a mesma medida. Já em algumas mídias sociais são comuns vídeos de consumidores que se negam a consumir produtos em lojas e mercados de empresas que anunciam na Rede Globo.

Hang entende que Globo vem contrariando a maioria da população

Hang enfatiza que, “enquanto esses programas prestarem um desserviço à nação e não contribuírem em nada com a educação e com o desenvolvimento do Brasil, sendo contra os valores da família brasileira, não voltaremos a anunciar neles”.

O empresário nunca escondeu seu descontentamento com a Globo. Ele, inclusive, publicou posts em suas redes sociais alusivos ao tema, a mídia tem que incentivar o otimismo e a confiança no Brasil. “Só assim voltaremos a ter um País em desenvolvimento, gerando os empregos que o Brasil tanto precisa”, afirma.

Na visão de Hang, a Rede Globo vem contrariando o desejo manifestado nas urnas pelos brasileiros na eleição do ano passado. Entretanto, trata o momento com ideal para se unir forças: “As urnas deixaram isso bem claro. Queremos um País novo, uma nova forma de fazer política, que contemple o crescimento do Brasil. É o momento de somarmos forças para fazer o País crescer”, alerta.

Leia também

O empresário informa, entretanto, que, por enquanto, ainda manterá suas publicidades nas afiliadas e jornais locais, “que ainda informam a sociedade de uma forma mais isenta e conservadora”.

“Entendemos que o setor empresarial tem que ter a coragem e a responsabilidade. E isso está acontecendo. De não aceitar o errado como verdadeiro. Juntos vamos mudar o nosso País. O Brasil que queremos, só depende de nós”, enfatiza.

Hang ganhou fama no cenário político ao defender o afastamento da ex-presidente Dilma Rousseff. Entretanto, nunca manifestou o desejo de se candidatar. Porém, apoio Jair Bolsonaro em 2018.

Mais conteúdo sobre

Notícias