Mais um avião retorna dos EUA com brasileiros deportados

Atualizado

Mais um avião desembarcou no aeroporto de Confins, em Belo Horizonte, na noite de sexta-feira (14), com brasileiros que tentaram entrar ilegalmente nos Estados Unidos pela fronteira com o México. De acordo com informações da BH Airport, a aeronave transportava 40 adultos e 40 crianças e adolescentes.

Avião chegou com brasileiros que iriam para os EUA de forma ilegal – Foto: Divulgação/BH Airport

Este já é o quarto avião com brasileiros deportados em menos de quatro meses que retorna ao Brasil. No primeiro voo, em 26 de outubro de 2019, chegaram 70 pessoas; no segundo, em 24 de janeiro de 2020, 50; e no terceiro, em 7 de fevereiro, 130.

Leia também:

Antes do voo de 26 de outubro do ano passado, outra deportação de número mais elevado de imigrantes brasileiros detidos nos EUA só havia ocorrido em 28 de janeiro de 2004. Naquela ocasião, 278 pessoas detidas no presídio de Florence, no Arizona, desembarcaram no aeroporto de Confins.

“Você é tratado igual a um cachorro. Me senti humilhado. Você fica embaixo de uma lona, com frio. Te dão um cobertor que é uma folha de alumínio”, disse Breno Silva Coelho, de 33 anos, que foi tentar a sorte nos Estados Unidos com a mulher e o filho pequeno. A família é da cidade mineira de Ipatinga, no Vale do Rio Doce. “Adultos aguentam, mas essa situação, para crianças, é uma covardia. Não volto lá nem se o Trump me buscar”, afirmou.

As deportações atuais fazem parte de novo entendimento entre os governos do Brasil e dos Estados Unidos, que facilita o procedimento de saída de imigrantes ilegais daquele país.

Neste último caso, ninguém saiu algemado, diferente das últimas viagens.

Mais conteúdo sobre

Geral