Mais um mês

Prefeitura já teve sete meses e não consegue montar um edital para a compra de fiscalização eletrônica no trânsito

PRAZO

Amanhã completa um mês que a Prefeitura anunciou a suspensão do edital de licitação para a compra de um radar móvel. Naquela oportunidade, a alegação foi a seguinte:

 Em virtude de readequação de especificação técnica do radar estático e com o objetivo de redução de custos e aumento da possibilidade de mais empresas participarem do edital, o Seterb comunica que decidiu suspender a licitação do radar móvel. Esta licitação será retomada com novo texto o mais breve possível. Como se trata de segurança, terá tratamento prioritário.

MANDA OUTRA

Recentemente, no Conversa na Rede, falei que não entendia a incapacidade da Prefeitura em lançar uma licitação para a compra de equipamentos eletrônicos de fiscalização de trânsito. O presidente do Seterb, Sérgio Chisté, disse que não era este o caso e sim de prioridade, a partir da falta de dinheiro.

E AGORA?

A Prefeitura demorou seis meses para conseguir fazer um edital e quando o fez, retirou no dia seguinte, alegando “adequações”. Até agora nada. Já são sete meses para fazer o edital.

PEÇA ÚNICA

Lembrando que não estamos falando de vários equipamentos, mas de um apenas.