Manchas de tinta na calçada do largo da Catedral de Florianópolis são removidas

Após cinco horas de trabalho, funcionários da Comcap (Autarquia de Melhoramentos da Capital) conseguiram remover as manchas de tinta que estavam nas pedras petit-pavé do largo da Catedral Metropolitana, no Centro de Florianópolis. Os trabalhos foram concluídos na noite desta terça-feira (5).

As pedras petit-pavé, que também são conhecidas como portuguesas, são tombadas pelo patrimônio histórico do município e estavam manchadas com palavras de ordem em defesa da Petrobras desde a manifestação do dia 30 de maio. Aparentemente, a tinta teria vazado pelas faixas pintadas pelos manifestantes no local.

Para a remoção das manchas, a Comcap realizou duas sessões de limpeza. Segundo a prefeitura, as equipes mobilizaram, entre auxiliares operacionais, motoristas e operadores de equipamentos, nove pessoas pela manhã e outras 13 à noite. Também foram consumidos 8 mil litros de água e 10 litros do removedor solupan (desengraxante), além de vassouras e escovas de aço da varredeira mecânica.

Trabalhadores da Comcap removeram as manchas após cinco horas de limpeza - PMF/Divulgação/ND
Trabalhadores da Comcap removeram as manchas após cinco horas de limpeza – PMF/Divulgação/ND

Cidade