Marinho fala em reforma da Previdência para contribuir para equilíbrio fiscal

Indicado para chefiar a Secretaria Especial de Previdência, o deputado Rogério Marinho (PSDB-RN) afirmou nesta terça-feira, 11, que vai trabalhar para aprovar uma reforma ainda no primeiro semestre de 2019. Em nota distribuída à imprensa, ele disse que ele e seu time trabalharão para “aprofundar” as discussões já conduzidas pelo grupo técnico.

“Aceitei convite feito pelo ministro Paulo Guedes para participar do governo Bolsonaro e ajudar no desafio da Previdência Social. Vamos agora aprofundar o trabalho já feito por uma competente equipe de técnicos que estão debruçados sobre o tema há algum tempo. Chegamos para trabalhar em equipe e aprovar uma reforma ainda no primeiro semestre de 2019, capaz de contribuir para o equilíbrio fiscal do País, um projeto que permita ao Brasil voltar a crescer e se desenvolver, conforme as propostas de campanha do presidente Jair Bolsonaro”, diz o comunicado.

Marinho disse ainda que vai trabalhar “a favor do povo brasileiro e contra os privilégios”. O combate a privilégios é um termo comumente usado por técnicos para se referir às mudanças nas regras de aposentadoria de servidores públicos, mais benevolentes do que as normais para pedir o benefício pelo INSS.

(Idiana Tomazelli e Adriana Fernandes, Brasília)

+

Notícias

Loading...