Mercados devem priorizar entrada de apenas uma pessoa por família em Blumenau

Atualizado

A Secretaria de Promoção da Saúde de Blumenau emitiu uma nota técnica para normatizar as medidas de prevenção ao novo coronavírus dentro dos mercados. A principal novidade entre as recomendação é para que os estabelecimentos priorizem a entrada de apenas uma pessoa por família no momento da compra.

A medida vem depois de uma série de relatos de famílias inteiras dentro de mercados, muitas vezes sem máscaras, em um momento que se recomenda o máximo de isolamento social possível. A prefeitura destaca não ser uma obrigação, mas pede que os comerciantes orientem os consumidores para que frequentem os estabelecimentos sozinhos.

Estabelecimentos devem orientar consumidores quanto às normas de segurança – Foto: Reprodução/NDTV/Arquivo

Leia também:

O documento reforça ainda  regras já determinadas pelos governos Estadual e Federal. Entre elas: a limitação de entrada de apenas 50% da capacidade de público no estabelecimento; o uso de máscaras por funcionários; distanciamento mínimo; disponibilização de álcool 70% e a higienização constante da estrutura física e de máquinas de cartão e cardápios.

Para os clientes, além de ir sozinho ao mercado, também há algumas regulamentações. Elas se referem à higienização das mãos com álcool 70% antes de entrar no estabelecimento, bem como evitar conversar, tossir ou espirrar sobre os alimentos e produtos.

“Entendemos que a abertura do comércio é necessária, mas a população tem afrouxado as medidas de prevenção contra o coronavírus enquanto frequentam estes estabelecimentos, o que pode aumentar a transmissão e os casos positivos em Blumenau. Nesse momento, é nosso dever como poder público orientar, mas também criar regras em prol da saúde de todos”, afirma o secretário de Promoção da Saúde, Winnetou Krambeck.

A Secretaria de Promoção da Saúde afirma que a nota técnica foi elaborada após reunião com representantes do setor. O documento passa a valer a partir da data de publicação no Diário Oficial dos Municípios, o que deve ocorrer nesta sexta-feira (22). Equipes da Vigilância Sanitária, que já têm monitorado esses estabelecimentos, farão a fiscalização.

Leia também

Mais conteúdo sobre

Saúde