Militares de Joinville concluem treinamento para missão de paz no Haiti

Curso preparatório para os 127 integrantes do 62º Batalhão de Infantaria durou seis meses

Luciano Moraes/ND

Soldados já estão usando as boinas azuis, que identifica os integrantes da Força de Paz da Organização das Nações Unidas

À sombra da bandeira nacional, os 127 militares do 62º Batalhão de Infantaria que vão participar de uma nova missão de paz no Haiti se despediram oficialmente ontem à tarde de familiares e amigos, em cerimônia de formatura realizada na Praça da Bandeira, no Centro. Já caracterizados com as boinas azuis, que identifica os integrantes da Força de Paz da ONU (Organização das Nações Unidas), o grupo foi apresentado à comunidade depois de seis meses de treinamento. Das mãos de alunos da Escola Estadual Antônia Alpaídes Cardoso, eles receberam cartas e mensagens de paz para serem entregues ao povo haitiano.
Esse é o segundo grupo de soldados de Joinville a ser enviado para a América Central. Em 2010, quando o Haiti foi arrasado por um terremoto, o 62º BI preparou 29 militares para a missão de reconstrução. Desta vez a tarefa é, junto com outros 1.500 soldados do Exército, dar continuidade à missão de estabilização social e política no Haiti. O envio será em cinco etapas, com o primeiro grupo embarcando no próximo dia 17. O retorno está previsto para dezembro.

Leia a matéria completa na edição de quarta-feira (4/4/12) do jornal Notícias do Dia de Joinville.

Acesse e receba notícias de Joinville e região pelo WhatsApp do ND+

Entre no grupo
+

Notícias