Ministro acompanha liberação da terceira pista da Via Expressa, em Florianópolis

Atualizado

O ministro da Infraestrutura, Tarcísio Gomes de Freitas, acompanhou na manhã desta terça-feira (18) a liberação do trânsito na terceira pista da Via Expressa (BR-282), em Florianópolis.

Ministro Tarcisio Gomes de Freitas, acompanhado do governador Carlos Moisés, na entrega das obras da 3ª faixa da BR-282, em Florianópolis – Anderson Coelho/ND

Segundo o ministro, “essa é uma obra importante de acesso à Ilha de Santa Catarina e que, em face da restrição de recursos, usamos a criatividade e fizemos uma terceira faixa. Isso vai ser suficiente nesse primeiro momento para dar um alívio ao tráfego”.

De acordo com Gomes de Freitas, por enquanto as faixas estão liberadas para todos, mas deve ser feito um teste nos horários iniciais da manhã para o acesso exclusivo de ônibus e caminhões. “Devemos ter um período experimental para ver se isso dá certo e melhora a mobilidade”, afirmou.

Transporte integrado

O governador do estado, Carlos Moisés, também acompanhou a entrega da obra. Na avaliação dele, a obra é importante para a mobilidade da Grande Florianópolis e viabiliza ainda mais o projeto da Suderf (Superintendência de Desenvolvimento da Região Metropolitana da Grande Florianópolis) de interligação do transporte coletivo.

“Estamos trabalhando para sensibilizar os nove municípios da região a se unir a esse projeto. Com a terceira faixa e o acesso exclusivo a ônibus, podemos potencializar os efeitos e melhorar a mobilidade urbana na Grande Florianópolis”, afirmou o governador.

Superintendente do Dnit em Santa Catarina, Ronaldo Carioni Barbosa, defende faixa exclusiva para ônibus e veículos pesados – Anderson Coelho/ND

Outro participante do ato foi o superintendente do Dnit (Departamento Nacional de Infraestrutura em Transportes) em Santa Catarina, Ronaldo Carioni Barbosa. Ele disse que não há como fugir da redução da entrada de ônibus em Florianópolis. “Além disso, muitos veículos pesados de transporte de cargas ficam retidos na Via Expressa no começo da manhã, então achamos que liberar uma faixa exclusiva para ônibus e caminhões vai melhorar ainda mais o acesso de todos os veículos à Ilha de Santa Catarina”, afirmou Barbosa.

Ele deve se reunir com o superintendente da PRF (Polícia Rodoviária Federal) em Santa Catarina, Jean Coelho, nesta quarta-feira (19) para traçar um planejamento da faixa exclusiva. “Queremos começar no início do mês que vem, se for possível, de acordo com a disponibilidade da PRF”.

Acesso ao aeroporto e outras obras

A agenda do ministro em Santa Catarina terminou com uma visita às obras de acesso ao Aeroporto Hercílio Luz e do novo terminal, cuja inauguração está prevista para o dia 1º de outubro.

De acordo com o governador Carlos Moisés, o objetivo é entregar a obra de acesso ao aeroporto pelo menos em duas faixas de rolamento nos dois sentidos, junto com a inauguração do terminal, o que seria metade da pista completa. “Não há plano B, vamos perseguir essa condição até o final. Existem outras rotas de acesso para o aeroporto, mas que não queremos que sejam utilizadas. Acreditamos que vamos entregar no prazo”, afirmou.

O ministro Tarcísio Gomes de Freitas também falou sobre outras obras de infraestrutura importantes para o estado de Santa Catarina e que podem ser alvo de privatizações. “Temos mais dois aeroportos nos blocos de concessão, o de Navegantes e o de Joinville, cuja licitação deve sair em outubro do ano que vem, segundo nossa previsão, e os estudos já estão em andamento”, afirmou.

Também está nos planos do governo federal a duplicação da BR-470. “Vamos priorizar isso até como forma de diminuir o investimento público e ter o reflexo nas tarifas. Mas a 470 é uma prioridade para a concessão, e estamos estudando também a concessão das BRs 282 e 280”, revelou o ministro.

Infraestrutura