Ministros Onyx e Marcelo Álvaro retornam à Câmara para votar pela reforma da Previdência

Atualizado

O DOU (Diário Oficial da União) desta terça-feira (9), publica a exoneração dos ministros da Casa Civil, Onyx Lorenzoni, e do Turismo, Marcelo Henrique Teixeira Dias, conhecido como Marcelo Álvaro Antônio, para que eles possam reassumir seus mandatos de deputado federal e votem a favor da reforma da Previdência na Câmara. O processo de votação da proposta deverá ser iniciado ainda nesta terça e se estender até o fim da semana.

Ministro da Casa Civil, Onyx Lorenzoni será exonerado para votar a reforma da Previdência – Marcos Corrêa/PR

Conforme o Broadcast, sistema de notícias em tempo real do Grupo Estado, informou na segunda-feira (8), a ministra da Agricultura, Tereza Cristina, também deverá retornar à Câmara para votar em prol da reforma, mas sua exoneração temporária ainda não foi publicada. A expectativa é que os ministros licenciados retornem aos respectivos cargos depois que a votação for concluída.

Leia também:

O ministro da Cidadania, Osmar Terra, também tem mandato de deputado federal, mas não deve deixar o ministério para a votação. A avaliação é de que o seu suplente, Darcísio Perondi (MDB-RS), é “voto fechado” a favor da reforma. Perondi é vice-líder do governo Bolsonaro e defende a proposta desde o governo do ex-presidente Michel Temer.

Economia