Modelo alagoana está entre as vítimas de grave acidente em Capão Alto, na Serra

Aos poucos, as vítimas do grave acidente que deixou cinco pessoas mortas na BR-116, em Capão Alto, na Serra catarinense, estão sendo identificadas. A colisão envolvendo seis veículos ocorreu na manhã dessa sexta-feira (13).

Entre os mortos está a modelo alagoana Adrielle Oliveira, de 19 anos. Ela era uma das cinco ocupantes do Fiat Uno que incendiou após o acidente. No veículo estavam mais quatro pessoas.

O IGP (Instituto Geral de Perícias) informou que a identificação será mais demorada, porque os corpos foram carbonizados.

Adrielle era modelo e estudante de jornalismo – Foto: Reprodução/Instagram

Adrielle é filha do preparador físico Adriano Oliveira, que já trabalhou nos clubes alagoanos CRB e ASA, e acabou de assinar contrato com um clube do Espírito Santo.

Além de modelo, Adrielle era estudante de jornalismo e havia saído de casa para morar no Sul do país em busca de oportunidades profissionais.

Leia também

Segundo a família, no momento do acidente, a modelo e os amigos, que estavam no carro, viajavam para passar o fim de semana em um sítio. Todos morreram carbonizados, no local.

A família da modelo deve chegar a Santa Catarina nesta segunda-feira (16), para realizar a identificação do corpo por meio de exame de DNA.

Além disso, os familiares estão precisando de ajuda para o pagamento do translado do corpo de Adrielle até Alagoas. Foram disponibilizados dois telefones de contato e uma conta corrente para doações: Adriano, pai de Adrielle: (82) 9 9608-3253 / Aldenice, mãe de Adrielle: (82) 9 8875-5687.

Leia também:

Mais conteúdo sobre

Trânsito