Morador é flagrado enchendo piscina 24h após decreto de economia de água em Florianópolis

Um morador foi flagrado na manhã desta sexta-feira (9) enchendo a piscina da própria casa no Morro do Cruz, em Florianópolis. Por volta das 11h, vizinhos viram a retirada da água antiga para a reposição da nova.

A atitude ocorreu menos 24h após decreto da prefeitura que, além de proibir o uso de água para lavar carros, calçadas e pátios no ambiente da gestão municipal, o documento também pedia a conscientização da população para economizar água em meio à estiagem na região.

24h após decreto de economia de água, morador é visto enchendo piscina em Florianópolis – Caroline Borges/ND

Com a limpeza, a água saía por debaixo do portão do imóvel e escorria por um longo trecho da Avenida do Antão. Questionado, o morador disse que uma pessoa precisava fazer o trabalho de despejar a água para fora, afim de limpar a piscina.

Leia também:

Há cerca de duas semanas a estiagem provoca a redução da vazão de água nos rios que abastecem a Grande Florianópolis.

De acordo com o Executivo de Florianópolis, o decreto “terá vigência enquanto perdurar a estiagem, que gera baixa pressão e intermitências no abastecimento da cidade”.

Além da Capital, a prefeitura de Palhoça decretou situação de emergência no fim da tarde dessa quinta (8). A estiagem atinge também as cidades de São José e Biguaçu.

De acordo com a Casan (Companhia Catarinense de Águas e Saneamento), não existe uma regra para flagrantes de desperdício. No entanto, conforme o caso, uma equipe vai até vai o local conversar e sensibilizar a população.

Infraestrutura