Moradora de rua usa Tinder para ter onde passar as noites

Chloë Florence tomava banho em banheiros públicos e usava amostras grátis de sabonetes e cremes para o cabelo

Uma moradora de rua inglesa encontrou uma forma no mínimo curiosa para não precisar passar todas as noites nas ruas de Londres. Ela passou a usar o aplicativo de namoro Tinder a fim de conseguir encontros e ter onde dormir. A saga dela começou há sete anos. Chloë Florence montou um perfil em algumas redes sociais com fotos antigas em portas de baladas para parecer uma moça festeira, como ela mesmo descreve.

Moradora de rua usa Tinder para ter onde dormir – Foto: Instagram

Chloë Florence é lésbica e marcava seus encontros com outras mulheres. A primeira noite há sete anos foi com uma turista australiana que a deu abrigo. A partir daí outras noites amorosas serviam para que a moça não dormisse na rua. “Algumas vezes eu passava as noites na casa da pessoa ou em um quarto de hotel”, relembra Chloë Florence, que hoje tem um blog para contar as experiências que viveu ao longo desses sete anos.

A britânica conta que nem todas as noites o encontro dava certo. Nesse caso só lhe restava ficar perambulando pelas ruas londrinas, dormir em estações de metrô ou em alguma lanchonete 24 horas. Quando a cidade tinha alguma festa pública ela encontrava seu cenário ideal para passar a noite em claro.

Moradora de rua tomava banho com amostras grátis

Durante o dia Chloë Florence precisava se preparar para os encontros. Assim ela tomava banho em banheiros públicos e usava amostras grátis de sabonetes e cremes para o cabelo. Já chegou a furtar lojas em alguns shoppings para variar a vestimenta.

Leia também:

Vídeo: homem capota o carro zero KM ao sair da concessionária
Fantasmas? VÍDEO flagra aparelhos de ginástica se movendo sozinhos 

No começo do ano o caso de Chloë Florence ganhou notoriedade e ela ganhou ajuda de uma famosa Ong LGBT da capital inglesa. Foi premiada com uma casa para não precisar mais passar as noites e com um a ajuda de custo. Se dedica agora ao blog e pretende escrever um livro. Assim que a quarentena gerada pela pandemia do Coronavírus terminar ela deseja retomar os contatos no Tinder. Mas dessa vez em busca de sua alma gêmea.

+

Notícias