Moradores do Norte da Ilha pedem implantação de Zona Azul para resolver falta de vagas

Veículos parados em frente a portões, em cima de calçadas e em locais onde a proibição é sinalizada vêm complicando a rotina em alguns bairros, especialmente durante o verão

Com a chegada do verão, o movimento nas praias aumenta consideravelmente e, junto a ele, a procura por vagas de estacionamento nas proximidades do Litoral. No Norte da Ilha, os moradores já se preparam para lidar com o problema recorrente da falta de vagas para carros, que acarreta em veículos parados em frente a portões, em cima de calçadas e em locais onde a proibição é sinalizada. Além disso, há o comércio irregular de vagas de estacionamento público.

Carros estacionados em locais irregulares atrapalham rotina de moradores do Norte da Ilha - Reprodução/RICTV
Carros estacionados em locais irregulares atrapalham rotina de moradores do Norte da Ilha – Reprodução/RICTV

O empresário Rafael Pauletti mora há dez anos na Daniela e garante que muita coisa mudou no bairro nos últimos tempos, principalmente quanto ao trânsito. “Falta placas de sinalização de trânsito, para saber onde é proibido estacionar”, contou. “Aqui a gente tem a rótula e o pessoal nem consegue fazer a volta, porque as pessoas estacionam dentro da rótula”, revelou Rafael.

Segundo a presidente da Associação de Moradores da Daniela, a implantação da Zona Azul e de uma sinalização apropriada já ajudaria bastante. “Nós levamos para a Assembleia a opção de implantação de Zona Azul de temporada e a colocação de placas de proibido estacionar de um lado da via, nas duas primeiras principais vias do balneário”, disse Ana Cláudia Caldas. “Isso foi colocado em votação e no mesmo momento havia os representantes da prefeitura lá. Nós entregamos os ofícios pertinentes, requisitando o que acabava de ser votado”, explicou.

Os moradores da Daniela fizeram uma solicitação para a prefeitura em fevereiro deste ano. Um pedido formal foi enviado direto ao secretário Municipal da Casa Civil. No documento, eles listam as necessidades e dão sugestões do que poderia ser feito. “Em agosto tivemos reunião com a vice-prefeitura e entregamos o mesmo ofício novamente, porque já havia passado da metade do ano e não tínhamos visto nenhum andamento”, garantiu Ana Cláudia. “Infelizmente agora já estamos no início de dezembro e ainda não houve nenhuma melhoria, nem mesmo a pintura das vagas de estacionamento ou as placas”, lamentou.

Em Jurerê Internacional, o mesmo problema é enfrentado há anos. “A Associação está se posicionando favorável à Zona Azul desde que uma parte dos recursos arrecadados seja efetivamente empregada no bairro”, explicou Bernardo Boiteux, presidente da Associação de Moradores do bairro.

Por meio de uma nota, a prefeitura informou que foi feito um levantamento sobre a implementação da Zona Azul nos bairros Canasvieiras, Jurerê, Daniela, Campeche, Lagoa da Conceição e Armação. No entanto, aguarda definições sobre o parecer da Procuradoria do Município para dar continuidade ao processo.

Com informações da RICTV Record SC.

Participe do grupo e receba as principais notícias
da Grande Florianópolis na palma da sua mão.

Entre no grupo Ao entrar você está ciente e de acordo com os
termos de uso e privacidade do WhatsApp.
+

Notícias

Loading...