Morre cão Max, da Polícia Militar de Chapecó

Atualizado

Morreu no domingo (6), em Chapecó, o cão Max, que pertencia ao Canil do 2º Batalhão. O animal atuou em diversas operações policiais que resultaram na apreensão de drogas, armas e outros objetos ilícitos.

Cão Max – Foto: PM/Divulgação/ND

Segundo a PM, o cão sofreu uma torção gástrica na sexta-feira (4) e foi levado ao veterinário. Max passou por  cirurgia de emergência, mas no sábado (5) teve complicações devido a uma hemorragia interna. “Após três paradas cardíacas veio a falecer”, informou a nota divulgada pelo batalhão. 

Max nasceu no dia 15 de novembro de 2013 e foi doado ao Canil da PM cinco meses depois, em abril de 2014. O animal atuou diretamente no combate ao tráfico de drogas e localização de armas. Com isso, se destacou entre os canis do Estado. 

“Mais um guerreiro que a Polícia Militar perde, mas com a certeza do dever cumprido. Um cão sempre disposto, companheiro e fiel, cumprindo sempre toda e qualquer missão”, finalizou a nota da companhia.

Max atuou em diversas ações policiais – Foto: PM/Divulgação/ND

É com pesar que o Canil de Chapecó informa o falecimento do CÃO MAX.Ocorrido as 02 horas da manhã do dia de hoje,…

Publicado por Canil Chapecó em Domingo, 6 de outubro de 2019

Geral