Mulher desaparece em Florianópolis e equipes fazem buscas no Sul da Ilha

Atualizado

Policiais civis realizam buscas nesta quarta-feira (7) em uma área de mata na localidade da Caieira da Barra do Sul, próximo à rodovia Baldicero Filomeno, no Ribeirão da Ilha, em Florianópolis. Os agentes procuram uma mulher que está desaparecida desde o dia 15 de abril.

Daniela Almeida Pereira, de 36 anos, foi vista pela última vez ao descer de um ônibus à noite na região, onde ela mora.

Equipes fazem buscas por Daniela nesta quarta-feira – RICTV/Reprodução

Cerca de 15 agentes de segurança, bombeiros militares e policiais civis estão no local para tentar encontrá-la, com ajuda de cães farejadores. O trabalho iniciou às 8h da manhã e segue até o final do dia. As buscas poderão continuar caso a varredura da área não seja concluída nesta quarta-feira.

“Como ela não tentou entrar em contato com ninguém, o indício que temos até agora é de que tenha sido morta e enterrada no Ribeirão da Ilha, perto de onde ela morava”, explicou o delegado Wanderley Redondo, da Delegacia de Polícia de Pessoas Desaparecidas de Florianópolis.

Daniela é natural de Santa Vitória do Palmar, no Rio Grande do Sul, e trabalha como atendente na UPA (Unidade de Pronto Atendimento) do Sul da Ilha.

Ela mora no Ribeirão da Ilha com o companheiro, que fez a notificação sobre o desaparecimento dela três dias depois. Segundo o homem, que não foi identificado, ela desapareceu após um desentendimento do casal.

Os agentes já estiveram no local antes para tentar encontrá-la, caso estivesse perdida na mata. Com ajuda de cães farejadores especializados, a Polícia Civil pretende confirmar ou descartar a possibilidade de que ela tenha sido enterrada no local.

Polícia