Mulher é presa por lamber as mãos e tocar em produtos em mercado

Atualizado

Uma mulher de 38 anos foi presa por lamber as mãos e tocar em produtos dentro de um mercado no Estado da Carolina do Sul, nos Estados Unidos. Segundo policiais, dias antes, ela teria feito a mesma coisa em uma lanchonete. As informações são do site New York Post.

Shenir Gibson Holliday – Foto: Reprodução/Sumter Police Department/New York Post/ND

A polícia foi acionada após Shenir Gibson Holliday ser flagrada por câmeras de segurança do estabelecimento, lambendo as mãos e tossindo antes de tocar nas portas de congeladores e diversos produtos.

O gerente de uma lanchonete contou à polícia que câmeras de segurança registraram a mulher lambendo os dedos antes de pagar a conta no caixa. Além disso, ela teria espalhado saliva em uma máquina de cartão de crédito e lambido diversas moedas antes de depositá-las em um pode de gorjetas.

Leia também:

Holliday vai responder por violação da tranquilidade e adulteração de alimentos. Ela também foi citada por violar a ordem do Estado e foi intimada por um juiz a realizar o teste para Covid-19.

A suspeita permanecia detida até esta segunda-feira (4) sob fiança de US$ 100 mil (o equivalente a R$ 585 mil). O crime de adulteração de alimentos tem pena máxima de 20 anos. Já o crime de violação da tranquilidade tem pena máxima de dez anos.

Mais conteúdo sobre

Polícia