Mutirão em Palhoça orienta pacientes com suspeitas de câncer de pele

No sábado (7), a Policlínica Municipal de Palhoça vai promover um mutirão de atendimento com foco na prevenção e combate ao câncer de pele. Sete dermatologistas do município estarão na unidade das 9h às 15h para atender pacientes que tenham suspeita da doença.

O mutirão atenderá exclusivamente pessoas que tenham alguma lesão na pele – seja mancha ou sinais suspeitos de câncer. Nesse dia, os pacientes serão avaliados pelos médicos e encaminhados ao serviço de referência de acordo com seus casos.

Leia também:

Para participar do mutirão, o paciente deve se dirigir à policlínica a partir das 9h. O atendimento será feito por distribuição de senhas, 250 serão distribuídas.

O estado de Santa Catarina detém o maior número de casos de câncer de pele do País, segundo o Inca (Instituto Nacional do Câncer). Há três fatores de risco para a ocorrência: a pele clara da população, maior tempo de exposição ao sol devido a área litorânea e a área mais fina da camada de ozônio localizada no estado, que permite a entrada de raios solares com maior intensidade.

De acordo com o Inca, entre 2010 e 2015 houve 1.190 mortes por causa do câncer de pele no estado, sendo que 110 foram em Joinville, 87 em Florianópolis e 66 em Blumenau.

Mais conteúdo sobre

Saúde