No dentista ou na academia, crianças têm espaços e atendimentos especializados

A dentista Leda Monguilhott usa fantasias para atender a criançada no Centro de Florianópolis e a BeeFit – Academia Infantil tem um espaço dedicado exclusivamente aos pequenos, em São José

Vestida de super-homem, a dentista Leda Monguilhott, 56 anos, que atende no Centro de Florianópolis, não vai para uma festa a fantasia. Pelo contrário, ela vai para o trabalho em seu consultório, que mais parece um conto de fadas ou uma história em quadrinhos. Com uma das mais de dez fantasias, a especialista em odontopediatria recebe em alto astral crianças e adolescentes. Na BeeFit – Academia Infantil, em São José, a educadora física Renata Capistrano, 27, faz do exercício físico a diversão dos pequenos. Neste Dia das Crianças, o ND conta histórias de profissionais que adaptam o seu dia a dia para o mundo infantil.

Renata Capistrano, educadora física, acompanha o pequeno Miguel praticando exercícios - Marco Santiago
Renata Capistrano, educadora física, acompanha o pequeno Miguel praticando exercícios – Marco Santiago/ND

Para a consulta de Enzo Macedo, 4, Leda vestiu a roupa do super-herói Batman, um dos preferidos do menino. A fotógrafa Patrícia Macedo, 32, mãe de Enzo, não esconde o desejo do filho em ir ao dentista. “Quando comento sobre a consulta com a doutora Leda, ele vem com vontade. Na cabeça dele, o passeio é mais um dia de brincadeira e é muito legal esse tratamento onde a criança sente-se bem pela diversão”, diz.

Na academia infantil, a criançada não para um segundo. São 60 minutos de exercícios físicos e o que vale é se divertir. Renata preparou um ambiente totalmente dedicado a atender crianças de zero a 12 anos em pequenos grupos. Lá, eles desenvolvem as habilidades motoras, a disciplina e a iniciação aos esportes. “É um espaço voltado totalmente às crianças para praticar exercícios de forma divertida, e para que isso se torne um hábito. Eles trabalham habilidades motoras como pegar, chutar, empurrar”, explica.

De uma atividade a outra, Lucas Martins Castro, 3, e Miguel Vieira Costa Galeno, 3, mantêm o ritmo durante a aula com Renata. Eles fazem escalada, atividades com bolas, argolas, cama elástica e muitos outros elementos. O que vale é se divertir e não parar.

Fantasias de todos os tipos

Leda Monguilhott é odontopediatra desde 1982, mas somente há um ano começou a retirar as fantasias do armário. O objetivo foi transformar a tensão da visita ao dentista em uma experiência única. “O meu amadurecimento veio com o tempo no tratamento desses jovens. Passei a me colocar no lugar dos outros, porque se é difícil para o adulto vir a uma consulta, imagina para uma criança”, conta.

Vestida de Super-Homem, a dentista Leda atende Enzo em alto astral - Marco Santiago/ND
Vestida de Super-Homem, a dentista Leda atende Enzo em alto astral – Marco Santiago/ND

A dentista chega a trocar de fantasia de três a quatro vezes por dia. Em um minuto, ela pode ser o Super-Homem e, no seguinte, Alice ou Branca de Neve. Tudo ao gosto da criança. “As mães têm de criar o hábito de trazer os bebês aos dentistas no primeiro ano de vida, que reduz a chance da criança ter uma cárie em 95%. O ideal é visitar durante a gravidez, para que os pais não passem bactérias aos filhos”, explica.

Com as máscaras dos personagens preferidos, Enzo Macedo revelou a parte preferida da consulta. “É a hora da lembrancinha”, sorri o menino, que foi embora com um pacote de guloseimas. (Michael Gonçalves)

Benefícios com exercícios

As aulas na BeeFit são acompanhadas de perto pelos pais, que incentivam e conversam com as crianças durante os exercícios. Para Jefferson Castro, 37 anos, e Melissa Martins, pais de Lucas, a aula ajuda o menino a melhorar a coordenação motora e a ter mais disciplina. “Ele pede para vir aqui, gosta bastante. O bom é que um espaço voltado especialmente para as crianças”, diz Melissa.

Cristiane Costa, 39, leva o filho Miguel Galeno duas vezes por semana à academia e já notou melhoras principalmente na capacidade de socialização e coordenação motora. “Por ele ser autista, a gente sempre tem uma preocupação a mais de estimulá-lo. Ele adora vir aqui, quando chega em casa fica sonhando com as aulas”, afirma.

O espaço foi inaugurado em junho deste ano e conta com uma equipe de professores especializados para atender diferentes turmas. Segundo Renata Capistrano, os alunos têm um acompanhamento de evolução a cada três meses. “É importante trabalhar com as individualidades e potencialidade de cada um”, pontua.

Participe do grupo e receba as principais notícias
da Grande Florianópolis na palma da sua mão.

Entre no grupo Ao entrar você está ciente e de acordo com os
termos de uso e privacidade do WhatsApp.
+

Notícias

Loading...