No G20, Putin critica ideias liberais

O presidente da Rússia, Vladimir Putin, lançou um novo ataque contra o liberalismo ocidental neste sábado (29), ao dizer que políticas como a acolhida de imigrantes prejudicam interesses das pessoas. Após a cúpula do G20 em Osaka, no Japão, Putin disse que a vitória do presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, na eleição presidencial de 2016, e a queda da popularidade de partidos tradicionais na Europa estão enraizados no crescente desânimo público. Ele também elogiou seu encontro com Trump na sexta-feira, a quem chamou de “profissional e pragmático”.

Presidente russo Vladimir Putin (esquerda) e norte-americano Donald Trump se encontram na cúpula do G-20 no Japão – Kremlin/Reprodução/Fotos Públicas

“Nós abordamos quase toda a lista de interesses mútuos. Claro que falamos sobre a situação em várias partes do mundo. No geral, essas consultas foram úteis”, disse o presidente russo. Ele afirmou, ainda, que as alegações de interferência russa nas eleições americanas fizeram parte de sua reunião com a delegação americana, comandada por Trump. No início da reunião entre os dois na sexta-feira, o líder russo riu quando Trump disse a Putin para “não se intrometer” na eleição presidencial dos EUA em 2020.

Putin observou que acredita que é necessário “virar a página” nas relações com os EUA, que, para ele, mergulharam no nível mais baixo desde a Guerra Fria. Putin comentou que ele e Trump concordaram que os principais diplomatas dos dois países devem continuar as discussões sobre uma possível prorrogação do tratado de redução de armas nucleares, que expira em 2021. Eles também falaram sobre a necessidade de incentivar o desenvolvimento de laços econômicos bilaterais.

De acordo com Putin, a vitória eleitoral de Trump em 2016 foi motivada pelo crescente desencanto com as políticas liberais. Ele também afirmou que o fluxo de imigrantes para a Europa infringiu os direitos das pessoas. “Quem vivia em seu próprio país e de acordo com suas próprias tradições foram afetados. Por que isso deveria acontecer com essas pessoas?”, questionou o presidente russo. Ele acrescentou que, embora as “ideias liberais permaneçam atraentes como um todo”, os resultados das eleições mais recentes mostram que as pessoas desejam mudanças. Fonte: Associated Press.

Mais conteúdo sobre

Política