Nova proposta para estacionamento rotativo de Joinville provoca polêmica

Críticos afirmam que sistema é arcaico, mas Conurb garante que equipamento está dentro da legislação

Carlos Junior/ND

Cobrança para usar as vagas do estacionamento rotativo será feita através de parquímetros

Lançado com a proposta de ser mais moderno e prático, o novo sistema de estacionamento rotativo (Zona Azul) que a Conurb (Companhia de Desenvolvimento e Urbanização) pretende implantar em Joinville já começa a ser alvo de críticas. Em artigo publicado nesta quarta-feira (25/4/12) no jornal Notícias do Dia de Joinville, o consultor Jocênio Laurentino apontou que o modelo previsto está desatualizado tecnologicamente. A cobrança com fração mínima de meia hora e o acionamento dos parquímetros por moedas são tidas como “uma volta no tempo”.
Segundo ele, os sistemas mais modernos utilizam parquímetros eletrônicos acionados através de cartão inteligente ou botton com chip, onde ficam armazenados os créditos. A cobrança é feita por minuto utilizado. “O sistema avança muito pouco com a possibilidade de eliminação dos cartões e recua no tempo pelo menos 15 anos ao optar por equipamento tecnologicamente superado”, declarou Laurentino.

Leia a matéria completa na edição de quinta-feira (26/4/12) do jornal Notícias do Dia de Joinville.

Acesse e receba notícias de Joinville e região pelo WhatsApp do ND+

Entre no grupo
+

Notícias