Novo calendário da Caixa permite a todos sacar R$ 500 ainda neste ano

De acordo com o novo calendário da Caixa Econômica Federal, todo saque do FGTS – Fundo de Garantia de Tempo de Serviço – pode ser feito até o Natal. Os recursos estão sendo liberados desde setembro último, das contas ativas e inativas. Vale lembrar que em caso do valores até R$ 500, o trabalhador poderá tirar todo o recurso. No entanto, para saldos superiores a esse valor, a retirada será limitada a R$ 500 por conta.

Novo calendário permite sacar o dinheiro antes do fim do ano – Foto: Arquivo/Agência Brasil/Divulgação/ND

Calendário de Saques do FGTS

O calendário inicial sofreu alteração em outubro último, permitindo acesso ao dinheiro conforme os meses de aniversário. Desse modo, o novo calendário passo a ser o seguinte:

  • Janeiro: saque liberado;
  • Fevereiro e Março: saque liberado;
  • Abril e Maio: a partir de 08/11/2019;
  • Junho e Julho: a partir de 22/11/2019;
  • Agosto: a partir de 29/11/2019;
  • Setembro e Outubro: a partir de 06/12/2019;
  • Novembro e Dezembro: a partir de 18/12/2019.

O trabalhador pode fazer os saques de até R$ 100 em casas lotéricas, no entanto, será preciso levar identidade com número de CPF. Saques acima desse valor, por outro lado, só poderão ser feitos em lotéricas mediante apresentação do Cartão Cidadão e senha,

Além disso, será possível realizar os saques também em caixas eletrônicos, mediante apresentação do CPF, senha do Cartão Cidadão e documento de identificação original dom foto. Caso o trabalhador não possua o cartão cidadão, os saques deverão ser feitos em agências da Caixa. Entretanto, o trabalhador deve portar documento de identidade original e número do CPF.

Dinheiro em conta

Se os valores não forem sacados voltarão ao FGTS, mantendo os rendimentos. O valor está em torno de 3% ao ano. O governo garantiu que o rendimento do fundo será maior que o exercido na poupança.

Vale lembrar que, de acordo com a Caixa, os valores deverão ser retirados de todas as contas ou nenhuma. Sendo assim, o saque total pode ser superior a R$ 500. Caso o trabalhador possua três contas no fundo com saldo superior a R$ 500 em cada uma delas, ele irá retirar ao todo R$ 1.500,00.

No entanto, aquele que optar pelo saque-aniversário não poderá retirar os recursos totais do FGTS em caso de demissão sem justa causa.

Leia também

Economia