Nunca interferi em licitação, diz Cesar Faria ao voltar à Câmara de Florianópolis

Vereador acusado de corrupção, fraude, peculato e organização criminosa discursou por 12 minutos nesta quarta-feira em sua primeira sessão após afastamento de um ano e dois meses

Cesar Faria (PSD) usou 12 minutos na tribuna da Câmara de Florianópolis para fazer seu discurso de retorno, após um ano e dois meses afastado dos trabalhos no legislativo municipal. Com a presença de familiares, amigos e advogados nas galerias, o vereador usou o tempo para se defender das acusações que levaram a Justiça a aceitar denúncia por corrupção passiva, fraude em licitação, peculato e organização criminosa.

:: Cesar Faria enfrenta novo processo por quebra de decoro

Édio Hélio Ramos/CMF/ND

Cesar Faria discursou por 12 minutos  

Diante dos demais vereadores, Cesar Faria se valeu de depoimentos colhidos na audiência do último dia 15 no processo penal. “Nunca procurei interferir em nenhum processo licitatório”, afirmou. Cesar tentou afastar as suspeitas de interferência no contrato dos radares da Capital,  alegando que a contratação da empresa se deu por meio judicial.

O vereador deu a entender que dois projetos aprovados pelo legislativo sob a sua presidência poderiam ter acirrado as brigas políticas e pressões internas que culminaram na relação de seu nome nas ilicitudes apuradas pela Polícia Federal. “O próprio prefeito Cesar Souza Júnior, na ação penal, reconheceu: ‘houve sem dúvida dois projetos em que o Cesar angariou inimizades, a revisão da planta genérica do Iptu e o plano diretor’”, declarou repetindo parte do depoimento do prefeito em juízo.

Por fim, Cesar apontou que o delegado Allan Dias, que presidiu o inquérito da Operação Ave de Rapina, não quebrou o segredo de Justiça no processo e afirmou que provará sua inocência. “Retorno para cumprir o direito que meus eleitores me garantiram nas urnas”, falou.

Participe do grupo e receba as principais notícias
da Grande Florianópolis na palma da sua mão.

Entre no grupo Ao entrar você está ciente e de acordo com os
termos de uso e privacidade do WhatsApp.
Loading...