O que é Hérnia de Disco?

Edição: Alessandra Cavalheiro – Jornalista – Mtb 9775

Hérnia de disco é a projeção da parte central do disco intervertebral (núcleo pulposo) para fora do anel fibroso. Ocorre geralmente póstero-lateralmente, em virtude da falta de ligamentos que sustentem o disco nessa região.

Nossa coluna é composta de aproximadamente 32 vértebras. Entre cada vértebra há um disco que serve como um amortecedor e também serve para dar a capacidade de movimento da nossa coluna, que apesar de ter ossos se move em todas as direções. O mau uso que fazemos de nossa coluna como a má postura, o sedentarismo, excesso de atividade física, causas genéticas, fumo, má alimentação, pouca ingestão de água, excesso de peso, etc. leva a um processo de desgaste gradual dos discos intervertebrais. Várias são as regiões que podem se desgastar e quando esse desgaste atinge o disco pode provocar a HÉRNIA DE DISCO. A hérnia de disco é uma patologia de origem mecânica que atinge os discos.

O diagnóstico da hérnia de disco pode ser feito através de uma avaliação física detalhada, observação dos sintomas, histórico do paciente e de exames, como tomografia computadorizada ou ressonância magnética, que servem para avaliar o disco, e saber se os sintomas referidos condizem com as imagens do exame.

Projeto Especial Saúde Mais – Foto: Divulgação/ND

 

Hérnia de Disco Cervical

Hérnia de disco cervical é causada pelo deslocamento do disco intervertebral, muitas vezes pela manutenção de posturas incorretas no trabalho e no dia a dia. Sua maior incidência está entre as vértebras C6 e C7, porém, os sintomas são os mesmos em qualquer nível, podendo variar conforme o grau de compressão.

Os principais sintomas de hérnia de disco cervical são:

  • Dor no pescoço;
  • Dor com irradiação para os ombros, braços e mãos;
  • Sensação de formigamento e de dormência na região dos ombros, braços e mãos;
  • Nos casos mais graves também haver perda da força muscular e dificuldade para movimentar o pescoço.

 

Hérnia de Disco Lombar

O desgaste gradual dos discos causados por maus hábitos, posturas incorretas e fatores hereditários faz com que o núcleo “vaze” para fora do disco e quando isso acontece ele vai se chocar contra os nervos da coluna, isso faz gerar a dor da hérnia de disco, e como os nervos da coluna se dirigem para as pernas e braços o paciente pode sentir irradiações tanto para as pernas quanto para os braços.

Na hérnia de disco lombar o indivíduo irá relatar dor na região mais baixa da coluna. Alguns sintomas gerados pela hérnia de disco lombar:

  • Dor na região mais baixa da coluna;
  • Dificuldade em movimentar, abaixar, levantar ou virar na cama;
  • Sensação de dormência e/ou formigamento nos glúteos e região posterior de uma das pernas;
  • Sensação de queimação no trajeto do nervo ciático, que vai da coluna até a ponta dos pés,
  • Fisgadas nas costas;
  • Câimbras noturnas;
  • Perda de força muscular e em casos mais graves, perda do controle de urina e fezes.

Causas da Hérnia de Disco

A coluna é a estrutura mais importante para o corpo. Ela é o centro do equilíbrio do sistema musculoesquelético. A partir da coluna vertebral o corpo tem base para a estabilização, que consiste na perfeita distribuição das forças e ações realizadas pelo ser humano. É por isso que muitas das lesões que ocorrem na coluna vertebral são relacionadas ao desequilíbrio e ao desalinhamento da estrutura. Veja abaixo as principais causas da hérnia de disco:

  • Má postura no dia a dia;
  • Levantar, puxar e carregar objetos excessivamente pesados;
  • Ação de inclinar e girar o tronco frequentemente;
  • Sedentarismo, com ausência de atividades físicas;
  • Movimentos intensos em esportes com impacto ou carga demasiada;
  • Inclinar o tronco com frequência para apanhar objetos sem flexionar os joelhos;
  • Movimentos repetitivos no cotidiano;
  • Fatores genéticos.

 

Tratamento

Existem vários tipos de tratamentos (Conservador e Cirúrgico).

Os tratamentos conservadores são altamente eficazes na reabilitação da patologia discal, sendo uma excelente opção em mais de 95% dos casos.

É importante que o paciente seja submetido a uma avaliação detalhada com o objetivo de identificar a estrutura que está comprometida e tratá-la de maneira correta, já que se trata de uma patologia de origem mecânica.

Os casos cirúrgicos são indicados quando o paciente não responder de forma satisfatória a nenhum tratamento conservador.

Como é o tratamento?

Primeiramente o paciente é submetido a uma avaliação detalhada.
Testes físicos neurais são realizados com o objetivo de identificar a origem do problema. Coletado o histórico de vida pregressa do paciente e a análise de exames de imagem. Dessa forma é possível chegar a um diagnóstico cinesiofuncional preciso.

Após a consulta, o paciente será enquadrado em um dos protocolos de tratamento da Franquia Doutor Hérnia, que pode variar de 1 a 3 meses de duração.

O tratamento é composto de técnicas manuais de Escolas mundialmente conhecidas como HARVARD MEDICAL SCHOOL, entre outras.

Utilizamos também equipamentos de última geração e exercícios de estabilização da coluna vertebral. Tratamento moderno e eficaz, com eficácia superior a 95% dos casos.

  

Unidade Florianópolis / SC

Rua Henrique Boiteux, 183 – Estreito, Florianópolis/SC

Fone: (48) 3091-1313/ 99990-8534

https://www.doutorhernia.com.br/unidade/florianopolis-sc

Mais conteúdo sobre

Saúde Mais