Onyx: trabalho é para que Previdência seja votada em 2 turnos nesta semana

O ministro-chefe da Casa Civil, Onyx Lorenzoni, disse que está sendo feito um trabalho para que a reforma da Previdência seja votada em dois turnos ainda essa semana na Câmara. “Estamos trabalhando muito. As perspectivas são muito boas, o projeto saiu com uma potência fiscal da comissão especial. Isso é o que buscamos porque é importante para o País”, disse.

Ele afirmou que conversou hoje com o presidente Jair Bolsonaro e com o ministro da secretaria de Governo, Luiz Eduardo Ramos, e que o chefe do Executivo disse que é preciso superar a pauta da Previdência “para gerar empregos”.

Em relação à questão de mudanças para categorias da segurança pública, Onyx afirmou que, ainda antes da votação na comissão especial, o governo chegou a oferecer para as lideranças da Polícia Federal idade mínima de 52 para mulheres e 53 para homens, com pedágio de 100%, para os que estão atualmente atuando.

“Como eles desejavam um pedágio de 30%, nós não poderíamos ceder”, disse. Segundo ele, há agora um novo entendimento que um artigo no texto da reforma, que passou na comissão especial, dá garantias às categorias.

“Existe um artigo na proposta que garante integralidade para todas aquelas categorias que estão presentes na lei complementar 51 de 1985, policiais civis do GDF, policiais legislativos da Câmara e Senado, Polícia Federal, Polícia Rodoviária Federal”, disse.

Economia