Operação Asfaltaço continua em ritmo acelerado em Florianópolis

Atualizado

Obras de revitalização na avenida Madre Benvenuta começaram nesta segunda-feira (20) na Capital – PMF/Divulgação/ND

Moradores e turistas que escolheram a capital catarinense para passar os dias de folga nesta temporada já encontraram as principais vias de todos os bairros e balneários da cidade com a malha viária revitalizada e pavimentada, por meio das obras iniciadas e as já concluídas por meio da Operação Asfaltaço, da Prefeitura de Florianópolis.

A iniciativa, principal realização voltada à requalificação asfáltica e pavimentação já concretizada pelo município, foi lançada em maio de 2019 e prevê intervenções em 150 quilômetros de malha viária, distância equivalente ao trajeto Florianópolis-Blumenau, com investimento de R$ 218 milhões.  Nesta segunda-feira (20), a ação chegou à avenida Madre Benvenuta. A principal via do bairro Santa Mônica, importante ligação entre os bairros da Trindade e Itacorubi, será revitalizada e receberá serviços de drenagem, repavimentação asfáltica e sinalização nos 3,35 quilômetros de extensão.

Também será implantada uma ciclovia no canteiro central da via, semelhante a que existe na avenida Paulista, em São Paulo. Após ter os serviços concluídos, a Madre Benvenuta será uma rota alternativa para acessar a rodovia SC-404 (rodovia Admar Gonzaga), em direção à Lagoa da Conceição. Os serviços são executados pela empresa Britagem Vogelsanger Ltda., com recursos de R$ 5,2 milhões.

Outra importante avenida contemplada pela ação é a avenida Governador Ivo Silveira, no Continente, onde as obras também já começaram a ser realizadas. Além disso o sistema viário no entorno da ponte Hercílio Luz, aberta ao público no dia 30 de dezembro e que receberá o fluxo do transporte coletivo a partir da próxima semana, também foi executado por meio da Asfaltaço. Ainda por meio da iniciativa, as vias revitalizadas ganharam também mais um modal de transporte, com a implantação de  ciclovias, ciclofaixas ou ciclorrotas. Já foram instalados também os corredores exclusivos para ônibus em ruas da região central da cidade.

Rua General Vieira da Rosa, no maciço do Morro da Cruz, recebe serviços de adequação e restauração – PMF/Divulgação/ND

Há uma semana, a operação também leva cara nova ao maciço do Morro da Cruz. O município deu início, no último dia 13, à revitalização de todas as ruas da Transmaciço, que liga o Centro ao Saco dos Limões e Trindade. Os trabalhos começaram voltados para adequação e restauração na rua General Vieira da Rosa, via na qual será aplicado recurso de R$1,492 milhão. Os serviços serão executados pela empresa Britagem Vogelsanger em um prazo de 120 dias. Além dessa, a prefeitura também vai começar, em breve, a revitalização de outras vias da região. Esta segunda etapa já está em licitação.

Trabalhos na Transmaciço

 Devido ao início dos serviços de recapeamento asfáltico (fresagem e recomposição da capa de asfalto) da Rua General Vieira da Rosa, um trecho da via será interditado durante esta segunda-feira (20) e terça-feira (21), das 7h às 18h. Motoristas, pedestres e usuários do transporte coletivo devem ficar atentos.  A interdição será no trecho que vai da rua Major Costa até o entroncamento com a Rua General Nestor Passos. Para tráfego sentido saída do Morro da Cruz pela Rua General Vieira da Rosa e Rua Nestor Passos, o trânsito estará liberado.

As obras começaram pela General Nestor Passos, depois seguem na General Vieira da Rosa, até o topo do morro, na altura da avenida do Antão. Ainda, de acordo com o secretário de Infraestrutura de Florianópolis, Valter Gallina, o projeto na região do maciço prevê a viabilização de uma rota alternativa a ser realizada ainda no primeiro trimestre deste ano, ligando o Morro da Cruz ao Morro do Horário, até a chegada na Beira-Mar Norte.

“Investir em infraestrutura é fundamental para a melhoria da mobilidade urbana da Capital. Neste verão, a população de Florianópolis e os turistas já encontraram uma cidade muito diferente, com as principais vias de acesso aos bairros pavimentadas, revitalizadas, novos acessos, asfaltados, onde antes era apenas estrada de chão, os balneários com toda a estrutura para que os banhistas possam curtir o banho de mar com tranquilidade, uma nova praia de Canasvieiras, que agora tem uma faixa de areia bem maior.  Vamos continuar investindo neste ano para suprir as demandas das comunidades da Ilha e do Continente”, afirma o prefeito Gean Loureiro.

Operação prevê intervenções em 150 quilômetros de malha viária em todos os bairros de Florianópolis -PMF/Divulgação/ND

Obras em todas as regiões da cidade

Desde que começou, há oito meses, a operação já revitalizou ou iniciou a execução dos serviços de pavimentação nas principais vias de todos os bairros da Ilha e Continente. A iniciativa prevê ainda serviços de drenagem, extensão, levantamentos de bocas de lobo e revitalização da sinalização de estruturas cicloviárias (ciclovias, ciclorrotas e ciclofaixas), lombofaixas e sinalizações de atenção.

“A operação Asfaltaço é um investimento da prefeitura na mobilidade urbana, na qualidade de vida da comunidade. Antes havia 80 Km de estruturas cicloviárias, agora já são 150 Km e isso foi feito de forma rápida. Hoje, todos os principais acessos de todos os bairros de Florianópolis receberam serviços de revitalização e pavimentação asfáltica por meio dessa iniciativa. Priorizamos as ruas estruturantes, que são corredores de ônibus e as que estavam sem serviços há mais tempo”, afirma Valter Gallina.

Na região central, as obras já foram realizadas nas principais rotas ao redor do maciço do Morro da Cruz, serviços que melhoraram a mobilidade em toda a região, como na Mauro Ramos, Frei Caneca, Delminda da Silveira, Lauro Linhares, entre outras. “Estamos ainda fazendo as obras do anel viário ao redor do maciço, na rua General Vieira da Rosa e vamos lançar agora, em fevereiro, a ordem de serviço para a rua Marcus Aurélio Homem, na Trindade, que liga o bairro até a Serrinha” destaca o secretário de Infraestrutura de Florianópolis.

Na região Norte, os serviços já abrangeram toda a extensão da rodovia Virgílio Várzea, no Monte Verde, Saco Grande, até o final da SC-401. Em Santo Antônio, foram realizados serviços nas ruas Padre Lourenço, Haroldo Soares Glavan e caminho dos Açores.

Em Jurerê, Gallina destaca os serviços realizados na rua Jurerê Tradicional, que estava em condições precárias. “Também fizemos um novo acesso à Jurerê por Canasvieiras, pelo Canto do Lamim. Era uma estrada de terra, agora está pavimentada e pronta para ser usada por moradores e turistas”, ressalta o secretário.

Outras obras relevantes foram a pavimentação da via que liga o bairro Ratones à Vargem Pequena e de revitalização da estrada Cristóvão Machado de Campos, que liga a Vargem Grande ao Rio Vermelho e Barra da Lagoa. No bairro Ingleses, já foram repavimentadas as ruas do Marisco, Graciliano Gomes e são executados os serviços na estrada Dário Manoel Cardoso, principal via da região. A rua de acesso à Ponta das Canas, Jaime Arruda Ramos, também já recebeu pavimentação por meio da iniciativa.

Obras foram realizadas na rua 

Serviços no Sul da Ilha

Na região Sul da Ilha, estão em execução as obras de revitalização na avenida Pequeno Príncipe, no Campeche. No mesmo bairro, os serviços já foram concluídos na rua Arno Hoeschel, rua do Gramal e Tereza Lopes.

Na Tapera, já foram contempladas as três principais ruas, do Juca, Areias e a rua da Creche.  As obras integram implantações de ciclorrota e do Programa Mais Pedestres, que utiliza a própria via pública como extensão do passeio por meio de sinalização viária e balizadores, para garantir maior mobilidade urbana ao bairro.  Já a Rua do Juca e a Rua da Creche, que têm pavimentos em lajotas, foram asfaltadas, enquanto a Rua das Areias teve pavimento asfáltico recuperado.

No Ribeirão da Ilha, um dos mais antigos e tradicionais da Capital, no Centro, o piso de lajotas foi substituído por paver. No momento, as equipes trabalham para revitalizar o passeio em toda a rodovia Baldissero Filomeno.

O município estuda ainda, conforme o secretário de Infraestrutura, Valter Gallina, assumir a gestão da Via Expressa Sul, municipalizar a via, hoje de competência do Governo do Estado, para revitalizar a rodovia, ligação para o Sul da Ilha e o aeroporto.

Paver na avenida das Rendeiras

Um exemplo de municipalização que desafogou o trânsito para a região Leste foi a revitalização e criação de mais uma faixa na SC-404, rodovia Admar Gonzaga, no bairro Itacorubi. A obra melhorou significativamente a mobilidade na região.

Na Lagoa da Conceição, a operação prevê licitação para a revitalização da avenida das Rendeiras, onde o piso de lajotas também será substituído por paver, considerado mais harmônico. Na Barra da Lagoa também foram contempladas as principais vias do bairro.

Na região continental, a avenida João Meirelles já foi repavimentada e as ordens de serviço para outras 18 vias serão assinadas até fevereiro, de acordo com informações a Secretaria de Infraestrutura.

Conforme determina a Lei Municipal nº 10.199, de 27 de março de 2017, a Prefeitura Municipal de Florianópolis informa que a produção deste conteúdo não teve custo, e sua veiculação custou R$2.000,00 reais neste portal.

Prefeitura de Florianópolis