Operação Playboy prende 23 pessoas ligadas a organização criminosa no Sul do Estado

Atualizado

Através da Delegacia de Polícia de Forquilhinha, no Sul de Santa Catarina, a Polícia Civil cumpriu 23 mandados de prisão temporária, dos 30 expedidos pela Justiça e outros 23 de busca e apreensão na região. Também foram autuadas quatro pessoas em flagrante e aprendidas duas armas, maconha e cocaína.

Operação no Sul do Estado objetiva apurar a atuação de uma organização criminosa – Foto: Polícia Civil/Divulgação

A ação faz parte da Operação Playboy, deflagrada na manhã desta quinta-feira (28), com objetivo de apurar a atuação de uma organização criminosa, com ramificação em todo Estado. O grupo também tem forte presença no Sul, em especial em Forquilhinha e região de Criciúma.

Segundo o delegado de Forquilhinha, Ricardo Kelleter, o grupo criminoso age no tráfico de drogas, além de participar de crimes patrimoniais, homicídios e outros crimes graves. A polícia também apurou que a organização criminosa tinha conexão com outros grupos do Norte do país.

A operação mobilizou 85 policiais civis das Regionais de Criciúma, Araranguá, Tubarão e Laguna, além do Serviço AeroPolicial (SAER) e o canil da Academia da Polícia Civil (Acadepol). O resultado final será anunciado após a conclusão dos trabalhos.

Polícia