Pais madrugam em filas para conseguir vagas em escolas municipais de Palhoça

Atualizado

O período para matrículas em escolas de educação básica no município de Palhoça começou na manhã desta terça-feira (5). Mas, alguns pais já passaram o final de semana acampados em frente às escolas para conseguir garantir uma vaga para seus filhos. A preocupação maior é dos pais de alunos da pré-escola, que saíram das creches e vão ingressar no ensino fundamental.

Todas as 21 vagas disponíveis na Escola Básica Municipal Professora Mara Luiza Vieira Liberato foram preenchidas em poucos minutos – Foto: Google Street View/Reprodução

Devido a grande fila que se formou durante o final de semana, a Escola Básica Municipal Professora Mara Luiza Vieira Liberato, no bairro São Sebastião, antecipou as matrículas para segunda-feira (4). Em poucos minutos, as 21 vagas disponíveis para o primeiro ano do ensino fundamental foram preenchidas.

Leia também:

Alguns pais levaram barracas, colchões, roupas e alimentos para enfrentarem as filas desde sexta-feira (1º). Foi feito um revezamento com outros familiares para conseguir garantir um lugar na fila.

Já na Escola Básica Laurita Wagner da Silveira, no bairro Aririu da Formiga, o problema se repete ano após ano. Nilva de Carvalho conta que tenta há três anos tenta conseguir uma vaga para seu filho, mas sem sucesso. A mãe conta que aos nove anos, o filho ainda não conseguiu ingressar no 1º ano do Ensino Fundamental e iniciar os estudos.

“No ano passado ele acabou ficando no 8º lugar da fila de espera. No mês de julho a Secretaria Municipal da Educação entrou em contato com uma vaga. Mas essa vaga ficava em outro bairro, a 10 km de distância daqui. Eu não posso mandar meu filho de oito anos ir sozinho para lá”, desabafou Nilva.

A secretária de Educação de Palhoça, Shirley Nobre Scharf, contesta o depoimento da mãe e afirma que não há nenhuma criança em Palhoça esperando vaga por três anos.

Secretaria Municipal da Educação garante mais vagas

No início da tarde desta terça-feira (5), a secretária de Educação de Palhoça conversou com a equipe do ND.

Shirley Scharf afirmou que ainda não há como saber o número de vagas que estará disponível para o ano de 2020. A secretária afirmou que o número exato de vagas depende das aprovações e reprovações do ano letivo de 2019, que se encerra no mês de dezembro.

Entretanto, o município dispõe de 24 unidades de educação básica, e a estimativa, portanto, é de que sejam ofertadas ao menos 600 vagas para o ano de 2020.

Mesmo sem o número exato, a expectativa da Secretaria da Educação é que no ano letivo de 2020 sejam ofertadas mais vagas do que nos anos anteriores.

Scharf ainda fez um pedido para que os pais de alunos se preocupem em cadastrar seus filhos em escolas estaduais, e não apenas nas municipais.

A primeira etapa da matrícula para as escolas municipais de Palhoça, que começou nesta terça-feira, foi feita de maneira presencial. Entretanto, a segunda etapa, que começa no dia 5 de fevereiro, será feita de forma online, como acontece com as vagas para escolas estaduais. A garantia foi dada pela secretária da Educação do município, Shirley Nobre Scharf.

Educação