Pais pedem suspensão de aulas em escola com problemas estruturais, em Florianópolis

As aulas da Escola Estadual Júlio da Costa Neves, na Costeira do Pirajubaé, em Florianópolis, foram suspensas entre esta segunda (27) e quarta-feira (29). A decisão foi tomada pela diretoria da unidade de educação e pelos responsáveis dos alunos, que estavam preocupados com a segurança de quem frequenta a escola devido a problemas na estrutura do prédio, em uma reunião na sexta-feira (24). Há rachaduras nas paredes, danos nos pilares de sustentação e parte do calçamento na área externa cedeu por conta do desnivelamento do solo.

Escola Estadual Júlio da Costa Neves, na Costeira do Pirajubaé - Reprodução/Facebook
Escola Estadual Júlio da Costa Neves, na Costeira do Pirajubaé – Reprodução/Facebook

A SED (Secretaria de Estado de Educação de Santa Catarina) informou que parte da escola foi isolada e que as obras para reparar os danos devem começar ainda esta semana. Segundo a secretaria, engenheiros da Defesa Civil e da empresa que entregou o edifício há quatro anos fizeram uma avaliação no local e constataram que “não existe risco de segurança aos alunos”.

Na noite desta segunda-feira, uma representante da SED se reuniu com a diretoria da escola e com os pais e responsáveis dos alunos para discutir a volta das aulas antes desta quarta. De acordo com a secretaria, as obras não irão prejudicar os estudantes, que serão realocados em outras salas neste período.

Cidade