Palhoça, Biguaçu e São José decretam novas restrições após aumento de casos de coronavírus

Decretos passam a valer nesta quarta-feira (24). Entre as medidas, restrições a funcionamento de shoppings, restaurantes e academias

Os três municípios da Grande Florianópolis vizinhos à Capital editaram decretos ampliando as restrições nesta terça-feira (23), As medidas entram em vigor nesta quarta-feira (24) nas cidades de São José, Palhoça e Biguaçu.

Apesar das novas restrições, todos os municípios mantém o transporte coletivo funcionando – Foto: Anderson Coelho/ND

De acordo com as prefeituras, as novas medidas ocorrem em função do novo aumento nos casos de pessoas com Covid-19. De acordo com a secretaria de Estado da Saúde, Santa Catarina chegou a 19.244 confirmações, dos quais 15.522 já estão recuperados.

Confira as regras estipuladas pelas prefeituras das três cidades:

Palhoça

  • Restaurantes, food parks, lanchonetes, cafeterias, pizzarias, bares, adegas, supermercados, conveniências de postos de combustíveis e estabelecimentos comerciais poderão funcionar das 6h às 23h, sob pena de eventual cassação do alvará de funcionamento.
  • A partir das 23h, será permitida somente a tele-entrega, sendo proibida a retirada do pedido no balcão do estabelecimento (drive thru).
  • Shopping centers, galerias e centros comerciais funcionarão das 12h às 20h, com lotação máxima de 50%.
  • Academias funcionarão das 6h às 23h com lotação máxima de 30%.
  • O uso de máscaras segue obrigatório em todo o município.
  • Permanece proibida a aglomeração de pessoas em qualquer ambiente, seja público ou privado, interno ou externo.
  • Permanência de pessoas e a prática esportiva coletiva em parques, praças, espaços públicos, praias, orlas e cachoeiras estão proibidas. A exceção são esportes náuticos e atividades relacionadas à pesca e maricultura.

Em Palhoça, o prefeito Camilo Martins limitou funcionamento de shoppings, restaurantes e academias – Foto: Flávio Tin/Arquivo/ND

Leia também:

Biguaçu

  • Restaurantes, food park, lanchonetes, cafeterias, pizzarias, bares e demais atividades funcionarão das 6h às 23h.
  • Galerias, centros comerciais e comércio de rua poderão funcionar com lotação máxima de 50%.
  • Academias terão capacidade limitada a 30%, com funcionamento das 6h às 23h.
  • Lojas de conveniências de postos e comércios em geral deverão encerrar as operações sempre às 23h, todos os dias.
  • Após às 23h será permitido apenas o atendimento por delivery, sendo proibida a venda e entrega no balcão.
  • Será proibida a permanência nos parques, praças, espaços públicos ou comunitários de lazer e nas quadras poliesportivas, playgrounds e nas academias ao ar livre.
  • A permanência de pessoas e a prática esportiva nas praias e orlas, bem como nas cachoeiras será proibida, com exceção dos esportes náuticos e as atividades relacionadas à pesca e maricultura.
  • Não será permitida a aglomeração de pessoas em ambientes públicos ou privados, em festas, eventos, shows e eventos.
  • Aulas nas redes pública e privada serão suspensas até o dia 2 de agosto, incluindo a todos os níveis de ensino.
  • Eventos esportivos e culturais serão vetados até o dia 5 de julho, assim como o acesso público a eventos e competições da iniciativa privada.
  • Uso de máscara será obrigatório em espaços e locais de acesso aberto ao público em geral, inclusive nas vias e logradouros públicos e no interior de estabelecimentos.

São José

  • Shoppings não poderão abrir aos domingos.
  • Bares e restaurantes poderão funcionar com restrições até as 23h.
  • Multa pra estabelecimentos (cerca de R$ 1.600) que tiverem pessoas sem máscara.
  • Aglomerações em áreas de lazer e orlas serão proibidas, sob pena de fechamento por sete dias.

Prefeita Adeliana Dal Ponte proibiu shoppings de São José abrirem aos domingos e impôs multa a quem estiver sem máscara – Foto: Divulgação/ND

+

Notícias