Papa aceita renúncia de mais dois bispos por escândalo de abuso sexual

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) – Após um escândalo de acobertamento de denúncias de abuso sexual, o papa Francisco aceitou a renúncia de dois bispos chilenos nesta quinta-feira (28). No total, já são cinco religiosos que deixaram a cúpula da Igreja Católica no país – outros três renunciaram no dia 11 de junho.

De acordo com um comunicado do Vaticano, os bispos são Alejandro Goic Karmelic, de Rancagua, e Horacio del Carmen Valenzuela Abarca, de Talca, que serão substituídos por administradores interinos indicados pelo papa.

Durante um encontro com o pontífice, em maio, 34 bispos do país apresentaram uma renúncia coletiva em resposta ao escândalo que derrubou a popularidade do catolicismo no país.

Papa Francisco - Angelo Carconi/Ansa/Agência Lusa/Agência Brasil/Divulgação/ND
Papa Francisco aceitou a renúncia de dois bispos chilenos – Angelo Carconi/Ansa/Agência Lusa/Agência Brasil/Divulgação/ND

Mundo