Partidos dizem que pagam por serviços prestados

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) – O PTB afirmou que dirigentes partidários prestam serviço e recebem por meio de Recibo de Pagamento Autônomo (RPA), que se enquadra na rubrica de “outros serviços”.

“O valor pago a Roberto Jefferson, em 2017, pelas atividades exercidas na função do cargo, está correto, devidamente contabilizado e lançado na Justiça Eleitoral”, disse.

O PT afirmou que os dados lançados como “serviços técnico-profissionais” correspondem à soma da remuneração mensal de cada dirigente nacional no ano de 2017. “Cada um deles exerce as funções inerentes ao cargo que ocupa na direção partidária.”

O PMN afirmou que os dados estão incorretos, por erro do sistema do TSE, e destacou que os partidos têm até o dia 31 para fazer eventuais ajustes na prestação de contas.

“Até a presente data o TSE não disponibilizou as melhorias e implementações no sistema para assegurar a exatidão e consistência de informações”, disse.

Questionado sobre qual é o valor correto, o PMN não informou. O PDT não respondeu à Folha de S.Paulo.

Mais conteúdo sobre

Jornalismo