Paulo Alceu: “Professores, profissionais que vão muito além da arte de ensinar”

O jornalista Paulo Alceu questiona: “Dois filmes foram produzidos baseados no processo de julgamento de Suzane Von Richthofen que junto com o namorado e o irmão dele mataram a pauladas os pais dela, enquanto dormiam. Uma série está sendo exibida sobre Elize Matsunaga, que matou e esquartejou o marido, Marcos Matsunaga, onde ela conta em detalhes este crime bárbaro. Nenhum filme, nem série, nem documentário, foi produzido sobre as professoras de Saudades, aqui em Santa Catarina, onde uma delas e uma agente educacional foram mortas a golpes de facão enquanto tentavam defender as crianças na escola”. Keli Adriane e Mirla Renner tentaram defender as crianças, não conseguiram salvar todas, mas com esse ato corajoso ambas permitiram que os demais alunos fossem protegidos pelos colegas se trancando nas salas de aula.

O professor sempre será uma peça fundamental, apesar de todos os avanços tecnológicos e estímulos de aprendizagem, até porque ensinar não está exclusivamente no transferir conhecimento, mas no criar possibilidades. Apesar de todas as dificuldades e muitas vezes falta de reconhecimento, esses mestres marcam a trajetória de todos nós. São nossos guias no início das nossas aventuras profissionais.

“As duas jovens de Saudades, especialistas na ferramenta do saber, que tiveram suas trajetórias interrompidas pela insanidade entregando a própria vida em defesa dos alunos, numa demonstração de que ser professor está muito além do ato de ensinar. até porque ser professor é um filme de inspiração de vida”, reforça Paulo Alceu no Dia do Professor.

Gosta dos comentários do Paulo Alceu? Você encontra todos eles na área da NDTV Record TV do portal ND+. Acesse: https://ndmais.com.br/tag/paulo-alceu/

+

ND Notícias

Loading...