PDT expulsa vice-prefeito Rodrigo Coelho

Com 20 votos favoráveis e uma abstenção, o PDT expulsou ontem à noite seu mais ilustre filiado, o vice-prefeito Rodrigo Coelho. O motivo foi “infidelidade partidária” e sua recusa em se defender no Conselho de Ética. A expulsão em nada influenciará na carreira política do vice, já que ele não será candidato na próxima eleição. Apenas deixará o caminho livre para sua filiação no PSB. Dos mais de 60 com direito a voto, só compareceram 21. Os defensores da permanência do vice não votaram, admitiu o presidente do partido, Rodrigo Bornholdt. Outro grupo de filiados também ignorou a assembleia: aquele que defendia a coligação do PDT com o PT em 2012.

Divulgação/ND

Cartão vermelho. Rodrigo Coelho (E) foi expulso, segundo o presidente Rodrigo Bornholdt por infidelidade partidaria

Feriadão

Lembrando, em abril temos dois feriados nacionais. Neste ano, serão sexta da próxima semana (Páscoa) e na segunda seguinte(Tiradentes). Será realmente um feriadão, menos para quem trabalha aos sábados em algumas indústrias, enfermeiros e médicos de plantão, bombeiros, taxistas e jornalistas de plantão.

Contribuição do Estado

Não é crítica, mas chama a atenção o fato do governo do Estado ter fonte legal para repassar milhões para uma competição de kart no município de Penha  e não ter condições de contribuir com R$ 150 mil à Festa da Solidariedade, que distribui o lucro do evento entre entidades sem fins lucrativos. No ano passado, os R$ 150 mil foram doados por uma empresa, por solicitação do governo do Estado, já que a festa não foi enquadrada na liberação de recursos nem para turismo nem para cultura.

Deputado Mauro Mariane (PMDB). “O PSD foi contra o PMDB em 190 municípios na eleição de 2012. Só estamos coligados em 28. Essa é a verdade: (os candidatos do PSD) foram, são e serão nossos adversários. E ainda tem quem trabalhe para fortalece-los. É disso que estamos falando. É sobre isso que também vamos decidir dia 26. É só analisar os números para entender”. Escreveu ontem em sua página no Facebook, sobre a pré-convenção de 26 de abril

Futuro da coligação

Se ocorrer a vitória da candidatura própria, cada um vai buscar a vitória na eleição, mas se o PMDB aprovar a coligação com o PSD fica a pergunta: o partido vai exigir também a vaga ao Senado? Não conseguindo, vai ser muito difícil evitar um confronto entre PMDB e PSD/PP na eleição de 2018. Lembrando que Colombo irá renunciar em abril para concorrer ao Senado e assume o vice do PMDB, em caso de vitória em 2014.

Arquivo/ND

Gestor. A repórter Isabella Mayer de Moura revela na página 19 que um dos nomes citados para gestor da Busscar é Paulo Zimath. Aí está uma excelente alternativa. Além de conhecer profundamente a empresa, ele comprovou sua competência no trabalho que transformou a Tecnofibras na “Joia da Coroa” da Busscar

Contraponto 1

A secretária Elenita Ramos de Souza (subprefeitura da região Oeste) não gostou dos comentários do vereador Roberto Bisoni sobre as subprefeituras de Joinville, conforme registro feito pela coluna de ontem. “Na verdade ele falou sem conhecimento de causa, haja visto que não tive oportunidade de recebe-lo em meu local de trabalho, ao contrário dos demais vereadores, os quais estiveram na Subprefeitura afim de conhecer as demandas e possibilidades de executá-las”, comentou. No texto, ela relata que, em três meses, a subprefeitura fez 400 patrolamentos, 1.400 tubos, 40 novas bocas de lobo, 90 bocas limpas e limpeza de 30 valas, “entre outros”.

Contraponto 2

Já o Sindicato dos Servidores Públicos Municipais considerou uma ofensa aos servidores das subprefeituras. Em nota enviada à coluna, o Sinsej garante que, “no fundo, o discurso de Bisoni corrobora um senso comum alimentado pelos que defendem a destruição do serviço público”. Antes de afirmar que as subprefeituras estão ruins e responsabilizar os trabalhadores, conclui a nota, “é preciso analisar o conjunto e exigir condições de trabalho ao prefeito Udo Döhler, a qual Bisoni é aliado na Câmara de Vereadores”, concluiu a nota. 
————————————————————————————–

Mural

– Almoço do PMDB em Joinville reúne lideranças do partido que defendem a coligação com o PSD em outubro.

– Além do senador Luiz Henrique, dividirão a mesa com os delegados o senador Casildo Maldaner e o vice-governador Eduardo Moreira.

– O deputado estadual Joares Ponticelli (PP), atual presidente da Assembleia Legislativa, cancelou sua agenda em Joinville.

– Ele participaria de um jantar sexta (11) e no Stammtich também em Pirabeiraba no sábado.

-Uma das maiores autoridades do país em direito marítimo, Doutora Eliane Maria Octaviano Martins, abre hoje à noite a primeira edição do Congresso de Direito Marítimo, Portuário e Aduaneiro de Joinville.

– O Congresso, organizado pelo departamento de direito da Univille, vai ser realizado até amanhã, no auditório do campus, a partir das 19h.

Loading...