Pedreiro é condenado por assassinato de ex-miss Navegantes

Arquivo/ND Vale

Edicleia foi morta dentro de casa

O pedreiro Sandro Roberto Cigerza, 24 anos, foi condenado a 23 anos e quatro meses de prisão pelo assassinato da ex-miss Navegantes Edicléia Correa Theodoro. O crime havia sido julgado em Navegantes e o réu havia sido inocentado por insuficiência de provas. O advogado da família da vítima recorreu da sentença e conseguiu a condenação em Florianópolis. A pena deve ser cumprida em regime fechado e o réu ainda pode recorrer.

Edicléia foi encontrada morta, com oito facadas, na casa onde morava, por volta das 17h, no dia 30 de janeiro de 2013, no centro e Navegantes. O corpo da vítima foi encontrado pelo marido.  O crime foi elucidado pela Polícia Civil, que encontrou as facas utilizadas no crime na casa do principal suspeito.

Geral