Pente fino na cadeia de Maravilha

A Polícia Civil de Maravilha, o Deparamento Prisional de Santa Catarina e a Polícia Militar realizaram na manhã desta sexta-feira uma revista geral nas celas e nos presos da cadeia pública da cidade, com o objetivo de preservar a segurança no local e verificar as condições físicas das celas.
As buscas foram efetuadas por 15 agentes prisionais das unidades de Maravilha, São Miguel do Oeste e Chapecó, com o apoio de uma equipe da Polícia Militar. Além dos agentes, estiveram presentes o Delegado de Polícia Civil da comarca de Maravilha, Wagner Valdivino Meirelles, o promotor de Justiça da comarca de Maravilha, Guilherme Pacheco e o administrador da Cadeia Pública de Maravilha, Josias Agustinho de Oliveira.
No total foram revistados 38 detentos (34 homens e quatro mulheres). No interior das celas não foram encontradas armas, drogas ou celulares, apenas pedaços de metais como bombas de chimarrão que, provavelmente, tenham entrado por meio das visitas.
Os trabalhos operacionais realizados na cadeia pública decorrem da constante preocupação da Polícia Civil com a regularidade da segurança e a lisura na prestação de serviço público, sendo que para se evitar a entrada de novos objetos dessa natureza, mais atenção será dada nas revistas das pessoas que visitam os presos.
O resultado foi considerado satisfatório pela Polícia Civil e, sempre que for necessário, haverá outras atividades de prevenção na cadeia pública.
Loading...