Conteúdo por Gazeta Esportiva

Peru tem treino invadido por drone, mas refuta espionagem de Tite

Atualizado

O treino da seleção peruana na última quinta-feira foi marcado por um fato inusitado. Próxima rival do Brasil na Copa América, a equipe dirigida pelo argentino Ricardo Gareca teve a atividade invadida por um drone, que sobrevoou o estádio do Pacaembu durante o trabalho.

O diretor desportivo do Peru, Juan Carlos Oblitas, disse não acreditar que o aparelho tenha sido usado para fins de espionagem por parte da Seleção Brasileira, comandada pelo técnico Tite.

“Houve um drone no treino. Pode ter sido de alguém da imprensa ou de um torcedor. Não acredito que Tite tenha essas bobagens”, afirmou o dirigente à rádio Capital, do Peru.

Capa do jornal Líbero, do Peru (Foto: Reprodução)

O treinamento comandado por Ricardo Gareca teve apenas a primeira parte liberada para a imprensa. De acordo com o site da FPF (Federação Peruana de Futebol), os jogadores realizaram trabalhos físicos e táticos no gramado do Pacaembu.

Com quatro pontos, o Peru é o segundo colocado do Grupo A da Copa América, ficando atrás do Brasil no saldo de gols (3 a 2). As seleções disputam a liderança da chave na tarde desta sábado, na Arena Corinthians, a partir das 16 horas (de Brasília).

Copa América