Pesquisa busca entender comportamento do consumidor diante de novas tendências da moda

Compras on-line - Divulgação/EBC/ND
Segmento online representou R$ 59 bilhões do total do faturamento do setor de moda de 2017  – Divulgação/EBC/ND

O mercado de moda nas últimas décadas tem passado por uma revolução em várias áreas, das oportunidades de negócios ao comportamento dos consumidores, guiados pelo mundo online e pelas novas tendências que surgem a cada ano. No Brasil, as vendas seguem em alta no segmento de moda. Em 2017, o crescimento foi de 8,8%, com faturamento estimado em R$ 192 bilhões.

O segmento online representou R$ 59 bilhões deste total, com uma expansão de 12%, e a tendência é que 2018 traga resultados ainda melhores, com aumento de 15% e faturamento de R$ 69 bilhões, segundo a ABComm (Associação Brasileira de Comércio Eletrônico).

Neste contexto, torna-se cada vez mais necessário compreender os hábitos e preferências dos consumidores, além de avaliar como este novo perfil impacta as pequenas empresas do mercado de moda, da indústria ao comércio e o setor de serviços. Este é o objetivo da pesquisa que o Sistema de Inteligência Setorial (SIS) do Sebrae/SC disponibiliza sobre o setor de moda.

Entre as questões, o participante pode responder sobre preferências entre lojas físicas e virtuais, canais que mais influenciam decisões de compra e adesão a tendências como o consumo consciente. A pesquisa, que pode ser preenchida somente uma vez, é rápida: leva cerca de três minutos. O prazo para responder encerra no dia 15 de julho.

Mais conteúdo sobre

Economia