Petrobras admite que vai reajustar preço dos combustíveis

Presidenta da estatal disse que companhia precisa repassar alta do petróleo no mercado internacional

Divulgação/ABr/ND

“Se é em um mês, dois, três ou seis, eu não sei”, resumiu Graça Foster

A presidenta da Petrobras, Graça Foster, admitiu nesta terça-feira (17/4) que a estatal tem intenção de aumentar o preço dos combustíveis nos próximos meses. Em evento no Rio de Janeiro, Graça Foster afirmou que o patamar do preço internacional do petróleo está mais alto do que em anos anteriores.

“Há claramente uma mudança no patamar de preços neste horizonte de 2012. Em algum momento, a expectativa é que tenhamos reajuste no preço de combustíveis. Se é em um mês, dois, três ou seis, eu não sei”, disse.

Nos últimos anos, a Petrobras tem justificado a manutenção do preço dos combustíveis negociados pela estatal por conta da política da empresa de não repassar a volatilidade do preço internacional para o mercado doméstico.
Segundo a empresa, o combustível só é reajustado quando um novo patamar no mercado internacional é detectado. Essa prática ocasionou prejuízo para a empresa no ano passado.

Acesse e receba notícias de Joinville e região pelo WhatsApp do ND+

Entre no grupo
+

Notícias