Piloto de avião que caiu no Campo de Marte é sepultado em Caçador, no Oeste de SC

Antônio Carlos Traversi era piloto há 32 anos - Facebook/Reprodução/ND
Antônio Carlos Traversi era piloto há 32 anos – Facebook/Reprodução/ND

O corpo do piloto do avião que caiu no aeroporto Campo de Marte, em São Paulo, Antônio Carlos Traversi, 50 anos, chegou a Caçador, no Oeste de Santa Catarina, onde morava com a mulher, por volta das 6h desta terça-feira (31). Ele foi velado no memorial São Pedro, onde compareceram familiares, amigos e colegas de trabalho, para prestar as últimas homenagens ao piloto antes de ele ser sepultado, às 16h.

Traversi, natural de Pelotas, no Rio Grande do Sul, era piloto há 32 anos, dos quais 18 anos trabalhou para a empresa dona da aeronave, a Videplast. Alguns familiares estiveram no IML (Instituto Médico Legal) em São Paulo para agilizar a liberação do corpo, que foi transportado em um avião fretado para o município de Caçador. Ele sofreu uma parada cardíaca logo após ser retirado pelos Bombeiros das ferragens do bimotor, não resistindo e morrendo no local.

As outras vítimas do acidente,  Nereu Denardi e Geraldo Denardi – irmãos e sócios da Videplast – e os funcionários Aguinaldo Nunes, Agnaldo Crippa e Benê Souza, o copiloto, continuam internadas com quadro de saúde estável, aguardando para serem liberadas. Por enquanto, Enzo Denardi, 17 anos, foi o único a receber alta do hospital. O jovem está com a mãe em um hotel, em São Paulo, onde aguardam a liberação de Nereu Denardi, pai de Enzo, e das outras pessoas que estavam na aeronave, para retornar para Santa Catarina.

O aeroporto Campo de Marte voltou a funcionar no início da noite desta segunda-feira. Durante a tarde, os peritos colheram evidências que pudessem ajudar a identificar as causas do acidente. A aeronave foi retirada da pista e levada para um hangar.

Segundo testemunhas, o painel do avião sinalizou que o trem de pouso não estava funcionando. O piloto comunicou o problema à torre e fez um sobrevoo para que os controladores pudessem verificar se o dispositivo estava ativado, mas só a investigação vai apontar se a causa da queda foi mesmo um problema mecânico.

>> Morre piloto de avião catarinense que caiu no Campo de Marte, em São Paulo

>> Vídeo mostra queda e explosão de avião de empresa de SC no Campo de Marte, em São Paulo

Estado