Fabio Gadotti

Comportamento, políticas públicas, tendências e inovação. Uma coluna sobre fatos e personagens de Florianópolis e região.


Placas que indicam pontos impróprios para banho são vandalizadas em praias da Capital

Segundo gerente do Instituto do Meio Ambiente de Santa Catarina, fatos são recorrentes e prejudicam banhistas

Placa adulterada na Cachoeira do Bom Jesus, no Norte da Ilha de SC – Foto: Divulgação/NDd

O IMA (Instituto do Meio Ambiente de SC) está tendo “trabalhado redobrado”, segundo o gerente de laboratório e medições ambientais, Marlon Daniel da Silva, para garantir que os frequentadores das praias tenham informações corretas sobre a situação de balneabilidade da água.

É que em vários pontos das praias de Florianópolis as placas estão sendo vandalizadas, com a retirada total do selo de “impróprio” ou o corte de informações.

Na foto ao lado, na Cachoeira do Bom Jesus, o registro de local impróprio foi substituído pela legenda “Própria”. No entanto, quando o local é adequado ao banho, a cor é verde. Os locais apropriados tem a indicação em verde.

Durante a semana, o IMA teve que readesivar algumas vezes as placas em dois pontos da praia dos Ingleses – em frente à rua da Igreja e da rua do Siri. “O fato é recorrente”, lamenta Marlon.

O vandalismo priva os banhistas de informações que podem causar problemas de saúde a quem entra, inadvertidamente, em água imprópria para banho. Marlon alerta que, em caso de dúvida, as pessoas podem conferir a situação de balneabilidade dos pontos pelo site balneabilidade.ima.sc.gov.br.