PMDB terá candidato próprio nas eleições presidenciais de 2018, diz Temer em Florianópolis

Vice-presidente está na capital catarinense com a ‘Caravana da Unidade’, que percorre o País para fortalecer o partido

Em visita a Florianópolis, o vice-presidente Michel Temer afirmou que o PMDB terá candidato próprio para as eleições presidenciais de 2018. “As eleições de 2018 passam pela disputa de 2016”, disse Temer, que esteve na capital catarinense nesta quinta-feira (28) para cumprir agenda na tentativa de garantir candidaturas majoritárias do partido em todas as capitais do País.

“Especialmente agora, estamos propondo a unidade em efeito das campanhas municipais. Porque, evidentemente, pensamos em 2018. E 2018 passa por 2016. Asseguro que, em 2018, nós teremos candidato à Presidência da República, quando se consolidará a unidade imposta no partido”, completou.

Marco Santiago/ND

Temer participou de coletiva de imprensa na Alesc

:: Vice-presidente Michel Temer cumpre agenda em Florianópolis nesta quinta-feira ::

“Caravana da Unidade”

A agenda de Temer integra o movimento chamado Caravana da Unidade, que foi lançado pelo vice-presidente com o objetivo de consolidar a sigla e fortalecer seu nome para a convenção nacional do PMDB. O objetivo é construir uma candidatura única nas próximas eleições.  

Temer foi recepcionado pelo presidente estadual do partido, deputado federal Mauro Mariani, pelo vice-governador, Eduardo Pinho Moreira, pelo senador Dário Berger, pelos ex-governadores Casildo Maldaner e Paulo Afonso, entre outras lideranças peemedebistas, no gabinete do deputado Gean Loureiro, na Alesc (Assembleia Legislativa de Santa Catarina).

“O momento é de buscar a unidade em todo o País. Estamos propondo uma pacificação nacional”, disse Temer. “O PMDB de Santa Catarina, que é o maior e mais forte dos PMDBs do Brasil, se prepara para lançar 250 candidatos a prefeito e nominatas fortes para as Câmaras Municipais, com um amplo trabalho de organização e mobilização junto às bases”, continuou.

Após entrevista coletiva na Alesc, o vice-presidente seguiu para a Fiesc (Federação das Indústrias de Santa Catarina), onde participou de um painel com representantes dos setores produtivos. À noite, ele encerrou a agenda em evento partidário com lideranças do Estado.

Com informações da repórter Daiana Constantino.

Participe do grupo e receba as principais notícias
da Grande Florianópolis na palma da sua mão.

Entre no grupo Ao entrar você está ciente e de acordo com os
termos de uso e privacidade do WhatsApp.
+

Notícias

Loading...