PMF e Comcap intensificam serviços de limpeza para o Réveillon 2020 na Capital

Operação Verão é realizada nos principais balneários da Ilha de Santa Catarina – Adriana Baldissareli/PMF/Divulgação/ND

Em meio à alta temporada e com a previsão de que pelo menos 140 mil pessoas devem passar a virada de ano em Florianópolis, a Comcap (Autarquia Melhoramentos da Capital) já reforçou e intensificou os serviços de limpeza para as festas. Com contingente extra já contratado, são feitas diariamente a coleta coleta e limpeza de orla nos principais balneários e, nesta noite da virada, será desencadeada a Operação Réveillon, para que a cidade amanheça limpa.

De acordo com a Prefeitura de Florianópolis, serão mobilizadas 288 pessoas da Comcap na ação desta noite. As equipes serão distribuídas nas festas do Centro e nos balneários. Neste ano, também houve reforço nos equipamentos facilitando a disposição dos resíduos, principalmente vidros, em grandes contentores. De acordo com o município, a colaboração dos participantes das festas é fundamental para que não fiquem garrafas no chão, nas vias ou na orla, evitando acidentes com os trabalhadores da Comcap e veranistas.
Nesta terça-feira (31), último dia de 2019, a coleta convencional e a seletiva serão realizadas nos períodos matutino e vespertino. Já no primeiro dia de 2020, a coleta convencional será feita normalmente na Capital, mas a seletiva ocorrerá apenas no período noturno.

Investimentos para o verão

Na temporada 2019/2020, a prefeitura investiu R$ 3,5 milhões na contratação de mão de obra temporária e em insumos para a limpeza da orla e ampliação da coleta de resíduos nos principais balneários da Ilha de Santa Catarina. Por meio do Superdezembro, a Operação Verão da Comcap, que teve início no último dia 15, e se estende até 15 de março de 2020. Desde o dia 22 de dezembro, a coleta convencional também passou a ser feita de três para seis vezes por semana nos principais balneários do Norte, Sul e Leste da Ilha. A coleta seletiva se mantém nos mesmos dias, ainda que o volume sempre aumente durante a temporada.

“Florianópolis caminha para se tornar a primeira capital lixo zero do país. Para isso, investimos não apenas em maquinário, mão de obra, mas também na conscientização da população, para que juntos possamos atingir essa meta. É muito importante que as pessoas não deixem o lixo na praia, por exemplo, pois esses resíduos são misturados e não podem ser destinados à reciclagem”, destaca o prefeito de Florianópolis, Gean Loureiro.

Nesta temporada, informa a Comcap, será replicada a inovação experimentada ano passado por iniciativa da equipe de garis e motorista da Barra da Lagoa. De acordo com a autarquia, pela estreita ligação com a comunidade, os moradores convenceram a direção da Comcap que seria melhor coletar naquela área durante a madrugada. Na experiência piloto, o roteiro de coleta foi antecipado das 7h para 3h e o resultado foi muito satisfatório. A equipe reduziu em até três horas por dia o tempo perdido em trajeto, de modo que a coleta diminuiu seu impacto na mobilidade e o gasto com combustível. E, o que é mais importante, humanizou o trabalho dos garis, reduzindo o tempo de exposição ao calor e ao trânsito.

Coleta de resíduos nos balneários do Norte da Ilha – Foto: Adriana Baldissareli/PMF/Divulgação/ND

Desta vez, seis roteiros de coleta convencional serão feitos na madrugada. Eles atendem Barra da Lagoa e Fortaleza da Barra, Ingleses, na região do balneário Gaivotas, Daniela, Jurerê Internacional e Jurerê Tradicional até a SC-402, Cachoeira do Bom Jesus (praia), Lagoinha, Ponta das Canas e Praia Brava.

Ainda neste verão, pela primeira vez, destaca o presidente da Comcap, Márcio Alves, a entidade trabalhará com três caminhões de câmbio automático com ar condicionado na cabine adaptada para três garis. “Será o verão de maior conforto para os trabalhadores e, por consequência, de melhor rendimento para a cidade. Estamos prontos para dar a Florianópolis a melhor temporada em termos de limpeza das praias e atendimento da coleta domiciliar, assegurando a fama de orla mais limpa do Brasil”, acrescenta Alves.

Coleta aumenta até 41% na temporada

Nos meses de temporada, a coleta de resíduos chega a aumentar até 41%, apontam informações da Comcap. Em 2019, o mês de maior quantidade coletada foi janeiro, com 23 mil toneladas, e o de menor, foi junho, com 16,3 mil toneladas.

O Departamento de Limpeza Pública da Comcap mantém limpos 43,3 quilômetros de orla na Ilha de Santa Catarina, de domingo a domingo, com contingente de 107 pessoas entre empregados efetivos e temporários. Há 640 lixeiras instaladas, mais 300 em reserva, e todas recebem manutenção diária durante a temporada.

Os resíduos retirados da orla, em operação com quadriciclos e reboques, são dispostos em pontos estratégicos onde são instaladas grandes caixas estacionárias, de modo a deixar o menor tempo possível expostos aos veranistas. “Os investimentos da Prefeitura de Florianópolis, que somam mais de R$ 18 milhões desde 2017, prepararam a Comcap para o melhor verão em termos de logística na limpeza das praias. Compramos caminhões caçamba e roll-on-roll-of novos, 75 caixas estacionárias, 30 delas de grande porte, reboques, quadriciclos e também reformamos o parque de máquinas”, conta o presidente Márcio Alves. Esses pontos estratégicos com caixas estacionárias são para uso exclusivo da Comcap. As áreas serão monitoradas já que quatro caixas foram incendiadas nesta pré-Operação Verão.

Lixo da orla não pode ser reciclado

Como os resíduos recolhidos na orla são misturados, não podem ser encaminhados para a reciclagem, por isso a Comcap instrui o morador e visitante a tornar para sua casa as embalagens de produtos que consome na praia. “Se o veranista vai para a faixa de areia com uma sacola com garrafas, latas, sacos e potes com comida e bebida, pode retornar para casa com as mesmas embalagens vazias e as encaminhar para a coleta seletiva. Depois de consumidos, os produtos estarão mais leves e também mais leve será a consciência de encaminhar de forma adequada os resíduos. Ninguém deveria deixar lixo na beira da praia”, aconselha Márcio Alves.

Confira as equipes que vão trabalhar na limpeza da Capital nesta virada

Avenida Beira-mar Norte
90 pessoas para limpeza da meia-noite às 6h
25 pessoas das 6h às 12h
Equipamentos: retroescavadeira, minicarregadeira, dois caminhões roll-on-roll-off, três compactadores e cinco contentores para ponto de entrega voluntária (PEVs) de Vidro.

Avenida Beira-mar Continental
20 pessoas para limpeza da meia-noite às 6h
8 pessoas das 6h às 12h
Equipamentos: retroescavadeira, caminhão roll-on-roll-off, compactador e cinco contentores para ponto de entrega voluntária (PEVs) de Vidro.

Praias do Leste
25 pessoas para limpeza da meia-noite às 6h e dois quadriciclos

Praias do Norte
95 pessoas para limpeza da meia-noite às 6h
Equipamentos: cinco quadriciclos, duas caminhonetes 4X4 e trator

Praias do Sul
25 pessoas para limpeza da meia-noite às 6h e um quadriciclo.

Conforme determina a Lei Municipal nº 10.199, de 27 de março de 2017, a Prefeitura Municipal de Florianópolis informa que a produção deste conteúdo não teve custo, e sua veiculação custou R$2.000,00 reais neste portal.

Prefeitura de Florianópolis